Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Importância da felicidade no trabalho – Você sabe qual é?

Você já parou para pensar no motivo pelo qual ser feliz no trabalho é fundamental?

Você já parou para refletir sobre a importância da felicidade no trabalho? Pensou sobre o quanto a felicidade é capaz de impactar a sua produtividade? Bem, se ainda não fez isso, talvez este seja um bom momento para essa ação.

Por isso, no decorrer deste conteúdo você encontrará alguns apontamentos importantes sobre o fator felicidade no trabalho. Acompanhe e entenda!

Qual a importância da felicidade no trabalho?

A felicidade no trabalho é um fator importantíssimo para que qualquer pessoa se sinta, obviamente, satisfeita com o que faz. Quando atuamos de maneira desmotivada e infeliz, a nossa produtividade, foco e criatividade, caem.

E ainda: a falta de felicidade no trabalho também impacta a saúde mental no que tange a vida pessoal. Por isso é tão importante discutirmos esse assunto. Vamos lá?

1- Estudos apontam que a felicidade no trabalho torna o colaborador 20% mais produtivo

Você sabia que a importância da felicidade no trabalho está atrelada a um aumento de 20% na produtividade de qualquer pessoa? Pois é! Foi isso que um estudo feito pela Warwick University apontou.

Isso nos dá pistas de que a felicidade ou a infelicidade podem ser uma verdadeira “bola de neve” na vida de qualquer pessoa, afinal:

  • Se você se sente feliz e produz 20% a mais, a tendência é que você se sinta cada vez mais realizado e satisfeito com os resultados.
  • Se você se sente infeliz e produz 20% a menos, a tendência é que você se sinta cada vez menos motivado e mais insatisfeito com os resultados.

Viu só como um “simples” fator faz toda a diferença?

2- A felicidade no trabalho está aliada à saúde mental do colaborador

A importância da felicidade no trabalho também está envolvida diretamente com a saúde mental de qualquer pessoa. Quando nos sentimos infelizes e desanimados, passamos a enxergar as coisas de uma maneira mais “negativa”. É natural.

Mas, quando essa infelicidade se torna um padrão recorrente, e o desânimo está presente em praticamente todas as horas de trabalho, podemos estar diante de um princípio de depressão.

Afinal, embora ninguém consiga se sentir feliz 100% do tempo, sentir-se triste em demasia, sem uma causa específica, pode ser prejudicial à saúde mental.

3- As pessoas tendem a trabalhar melhor em conjunto

Lembra daquele ditado, ligeiramente grosseiro, que diz que “pessoas felizes não incomodam”? Pois bem, ele pode ser mais ou menos verdade. Acontece que pessoas felizes tendem a se relacionar melhor e de uma forma mais positiva, devido à sua satisfação com o trabalho.

Assim, é possível construir relações interpessoais no ambiente corporativo que sejam mais construtivas e interessantes, melhorando a atuação de toda a equipe.

Como ser feliz no trabalho? É possível ser plenamente feliz?

Primeiramente, precisamos entender que felicidade não é ausência de tristeza. É possível ser feliz no que se faz e, mesmo assim, ter dias ruins e desanimadores.

Segunda coisa que devemos entender é que essa tal “felicidade plena e sem interrupções” não existe. Nunca existiu.

Nós não somos robôs para ficarmos neutros diante de situações desagradáveis. Quando percebemos que a felicidade nada mais é do que diversos momentos felizes e alegres (entre situações tristes), e não um ano ou anos ininterruptos de realizações, nos damos conta de que somos mais felizes do que imaginávamos.

Portanto, para ser feliz no trabalho, reflita: o que é ser feliz para você?

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.