Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Guedes afirma que vai substituir ’10, 15, 20 impostos por um’

Declaração foi dada durante a primeira reunião com a comissão mista da reforma tributária

Na tarde desta quarta-feira, 5 de agosto, Paulo Guedes, ministro da Economia, participou da primeira reunião com a comissão mista da reforma tributária. De acordo com o ministro, o governo Bolsonaro deseja substituir até 20 impostos por apenas um.

Atualmente, a carga tributária brasileira é de mais de 30% do Produto Interno Bruto (PIB). Segundo o ministro, o plano da equipe econômica do governo é que essa carga tributária não seja aumentada. Entretanto, mais detalhes sobre a proposta ainda não foram dados.

“Nós não vamos aumentar a carga tributária. Estamos num programa de simplificação e redução de impostos. A carga tributária pode ser a mesma, nos vamos substituir dez, 15, 20 impostos por um. Mais três por um. Por exemplo, inauguramos substituindo agora dois, PIS/Cofins, por um. E assim, seguiremos fazendo”, disse ele durante a reunião.

O ministro Paulo Guedes também evitou falar sobre a polêmica “nova CPMF” e sobre o programa Renda Brasil. Esse programa será uma espécie de substituto do auxílio emergencial e do Bolsa Família, além de outros programas. O objetivo do governo é colocá-lo em vigor após o fim do auxílio.

“Existem muitas perguntas sobre Renda Brasil, imposto sobre transações, assuntos que não são os assuntos que estão na nossa pauta de hoje”, disse Guedes. Apesar disso, o ministro afirmou que é “maldade” chamar o novo imposto de “nova CPMF”. Há alguns dias, o ministro havia afirmado que o novo imposto “é feio, mas não tão cruel”.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?