Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Felicidade no trabalho não é ausência de desprazeres

É importante pensarmos sobre isso!

felicidade no trabalho não é ausência de desprazeres, embora, erroneamente, algumas pessoas possam achar que sim. Na realidade, a felicidade nada tem a ver com a falta de tristeza ou dores, em nenhuma esfera de nossas vidas.

Quebrar esse tabu é fundamental para que muitas pessoas percebam que, mesmo em meio às adversidades da vida, é possível ser feliz. Não precisamos esperar o “futuro perfeito” para sentir felicidade. A felicidade – de maneira clichê ou não – está no hoje.

Vamos discutir sobre isso? 😉

Felicidade no trabalho não é ausência de desprazeres

A felicidade no trabalho não é ausência de desprazeres, afinal, não existe trabalho ou rotina perfeita. Nossa mente, a todo momento, lida com milhares de estímulos, acontecimentos e sensações. Qual a chance de que tudo isso possa ser positivo, o tempo todo?

Nem o trabalho mais perfeito do mundo seria capaz de proporcionar tal feito. E tudo bem!

Infelizmente, vivemos uma era em que as redes sociais – especialmente o LinkedIn – têm apresentado trabalhos perfeitos: home office organizado, dia a dia produtivo, sorriso que nunca sai do rosto.

Embora os momentos de felicidade possam realmente ser retratados dessa forma, se apegar a ideia de que é sempre assim é absolutamente enganoso. Ninguém é feliz o tempo todo. Isso é, humanamente, impossível!

Sempre terão dias difíceis. Sempre terão clientes que nos tiram do sério. Sempre terão aquelas reuniões que demoram além da conta, e esgotam a nossa mente. Isso sempre vai acontecer.

Mas, ao mesmo tempo, isso não quer dizer que você é infeliz no trabalho.

Precisamos compreender que para existir a felicidade, a tristeza tem que se fazer presente, volta e meia. Afinal, como mensurar uma felicidade se não experimentarmos o oposto dela? 😉

É por isso que profissionais da saúde se sentem incomodados com essa mania que muita gente tem de mostrar um passo a passo de:

  • Como ser feliz;
  • Como ser motivado;
  • Como não desanimar;
  • Ou qualquer outra coisa desse cunho.

É claro que existem técnicas que podem ajudar nesse sentido. A própria psicoterapia faz isso. Mas, reduzir a saúde mental a um passo a passo é cruel, desumano e desonesto! 

Você pode até usar as dicas, e nós mesmos as damos aqui, de vez em quando. Mas achar que elas farão você absolutamente feliz, criativo e focado, 24 horas, é autossabotagem.

A felicidade é experimentada no vai e vem dos problemas, dos medos combatidos e dos desafios superados. Ela não está ali, 24 horas por dia, nem se você trabalhar com o que mais ama na vida!

Só existe felicidade onde a tristeza tem chance de aparecer

Nossa compreensão de que felicidade no trabalho não é ausência de desprazeres é justamente isso, e vamos sempre bater nessa tecla. 

Nosso cérebro – físico mesmo! – não saberia o que é felicidade se ele não experimentasse a tristeza. Na realidade, poderíamos até viver a felicidade sem a tristeza, mas de uma forma muito menos significativa e, em grande parte, imperceptível.

Seríamos, em grande parte, neutros. Não estaríamos tristes, mas não haveria aquela empolgação que as felicidades cotidianas proporcionam.

Por isso, antes de achar que “fracassou no trabalho” por não se sentir feliz o tempo todo, considere esse fator tão importante: felicidade no trabalho não é ausência de desprazeres. 😉

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.