Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (46 votes)

Auxílio Emergencial pode liberar a 8ª parcela de até R$375 ainda em 2021

Essa possível renovação caberá ao Tribunal de Contas da União (TCU), mesmo que o Brasil tenha saído do estado de calamidade.

O Auxílio Emergencial pode ser novamente liberado caso necessário. Essa possível renovação caberá ao Tribunal de Contas da União (TCU), mesmo que o Brasil tenha saído do estado de calamidade.

Veja também: Crédito Caixa Tem: quem poderá solicitar no mês de novembro

Todavia, a 8ª parcela do benefício dependerá da aprovação da PEC dos Precatórios. Essa proposta também tem o Auxílio Brasil como responsabilidade e já recebeu parecer favorável em dois turnos na Câmara dos Deputados. O texto agora segue para apreciação no Senado Federal.

No entanto, caso a PEC demore de ser aprovada, tardando a possibilidade da abertura de espaço do Orçamento 2022, o novo programa social não poderá ser implementado. Com isso, milhares de pessoas ficarão desamparadas nos últimos meses de 2021.

Diante disso, a alternativa para não deixar as famílias carentes sem a renda é liberar mais uma parcela do Auxílio Emergencial. Caso isso aconteça, o TCU deve fazer reajustes no benefício.

Pagamentos do Auxílio Brasil

O novo programa social substituirá o Bolsa Família e já possui data uma prevista para começar. Segundo informações, os pagamentos já começam na próxima quarta-feira (17), e deve ter um valor superior a 20% da média liberada atualmente.

Conforme a declaração do presidente da república, Jair Bolsonaro, a mensalidade média do Auxílio Brasil pode chegar a R$ 400, considerando os benefícios complementares que serão incluídos no programa.

Contudo, vale ressaltar que para participar do programa as famílias interessadas devem estar inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal. Diante disso, é necessário manter os dados devidamente atualizados, além de cumprir o requisito da renda de entrada.

Pagamentos começam no dia 17

O novo programa social Auxílio Brasil será, finalmente, validado. Isso porque o Decreto 10.851 foi publicado no Diário Oficial da União pelo governo. O novo decreto define os valores do programa para este mês,  novembro.

Além da disposição dos valores, o calendário para o pagamento deste mês também está liberado, que será iniciado na próxima quarta-feira, 17.

Valor da primeira parcela em novembro

Com o reajuste do  governo no valor do Auxílio Brasil em 17,45%, o valor médio a ser disponibilizado em novembro  será de R$ 217,18.

Ainda, após o reajuste, os valores exigidos como renda per capta também foram alterados. De R$ 89 e R$ 178, passou a ser considerado os valores de R$ 100 e R$ 200.

Quando será pago os R$ 400 do Auxílio Brasil?

Segundo informações do Ministério da Cidadania, o valor de R$ 400,00 será distribuído a partir de dezembro, caso a PEC dos Precatórios seja aprovada.

“O valor mínimo de R$ 400 para cada família deve ser viabilizado com a aprovação da PEC 23/2021 e será pago em dezembro, retroativo a novembro. Esse valor complementar é de caráter temporário, até o final do ano que vem”, diz.

Calendário de pagamentos de novembro

O calendário de pagamentos do Auxílio Brasil seguirá o tradicional cronograma de pagamentos do Bolsa Família.

Vale ressaltar que, a primeira parcela de pagamentos do Auxílio Brasil será direcionada aos beneficiários do Bolsa Família, e para os demais grupos, o pagamento será iniciado em dezembro.

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil – Novembro

  • NIS 1: 17 de novembro de 2021
  • NIS 2: 18 de novembro de 2021
  • NIS 3: 19 de novembro de 2021
  • NIS 4: 22 de novembro de 2021
  • NIS 5: 23 de novembro de 2021
  • NIS 6: 24 de novembro de 2021
  • NIS 7: 25 de novembro de 2021
  • NIS 8: 26 de novembro de 2021
  • NIS 9: 29 de novembro de 2021
  • NIS 0: 30 de novembro de 2021

4.3/5 - (46 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

18 Comentários
  1. Carlos Diz

    Nem tudo que brilha e ouro difícil, difícil…
    Nem tudo que parece é,2022

  2. Carlos Henrique paulo Diz

    Bom dia,minha opinião faltando dois meses para o fim do ano seria uma covardia ,imagine aqui,do outro lado quem recebeu auxílio Brasil cantando dingo bell,do outro lado quem recebia o emergencial, 😭 deveria nesses dois primeiros meses 200,pra cada benefícios e aparti de janeiro fazer valer o programa emprego já.

  3. Valdeir da silva pereira Diz

    Eu acho que esses auxilio teria que ser agora para quem tem filhos dependentes .e esses gorvenos ja podem começa a trabalha e pença no futuro gera emprego abaixa os preços reduzi impostos da incentivos para as empresas vim para os estados e prodixirem genrando impregos todo mundo querem auxilio mas ninguem pençam no filhos o que vam fazer quando crescerem estudarem vai viver disso o tempo todo .a desculpa é que o outrp roubo so fica nessa e nao fazem nada ja pasou 4 anos so piorou antis dava bem melho ao depois que entrou o temem e esse bosonario o brasil afundou mais .gente demos que começa a cobra diguinidade e valores respeito e futuro melhores para o nossosfilhos .

  4. Maria Izanete Diz

    Volte com nosso auxílio nós precisa só mãe. Com filhos Che fé casa não trabalho e ex da uma miséria pós não pode também ganha pouco dependemos do auxilio isso ke pouco também mais pra comprar alguma coisa de comer dava bora da nosso auxílio pare de miséria deixa nós ganhar esse auxílio enfim a vida toda

  5. Cleber Barbeiro Diz

    Falar em auxílio é fácil mas porque não falam em emprego em ensentivo para empresas vir e investir porque antes de oferecer empréstimos a pessoas que não tem rendimento não oferece a grupos de abrirem um negocio em grupo para gera empregos renda para não depender de auxílios

  6. Mateus Diz

    Algumas pessoas estão comentando fora Bolsonaro, o nome já diz auxílio, não é salário eu também estou desempregado e recebia o auxílio , sei que vai fazer muita falta mas , o governo federal fez a parte dele , os deputados não abriram mão do 8 bilhões de campanha política, os partidos de esquerda votaram contra a pec dos precatórios, precatórios são dividas, mas essas dúvidas não é só do governo Bolsonaro, a maior parte é do governo do ladrão de 9 dedos, são dividas do calote que levou do dinheiro do BNDES, que emprestou para outros países de esquerda, construir, cais, pontes e refinarias, então antes de criticar o governo Bolsonaro, proucure se informar, e outro não foi o Bolsonaro que espalhou o vírus, vai reclamar com o governo chinês, mas uma vez auxílio emergencial não é salário!

  7. Vânia bento vieira Diz

    Esse nossos gorvernantes são tudo um bandos de corruptos,em 2022 vem aí Sérgio moro tem que tirar esse bolsolixo ele e um louco psicopata.
    Eu vou votar no MOURO, ladrão por ladrão,coloca um da federal quem sabe

  8. Heloisa Panegossi Diz

    Concordo com a prorrogaçao do Auxilio emergencial.Pois é desumano encerrarem justo no mês do Natal.É pouco mas é sagrado.QUEM GANHA COMO MINISTRO OU PRESIDENTE, NAO FAZEM IDÉIA DAS REAIS NECESSIDADES DE UM POBRE DESEMPREGADO.Falo por todos os necessitados anônimos e por direitos iguais! Gratidao por nos ouvir!

  9. Andreia Batista Alves Diz

    Muito simples isso o ano que vem está chegando e é ano de eleição, época em que os candidatos aparecem para pedir seus votos e isso é simples é só no dia da eleições ninguém aparecer nas urnas, eles não estão fazendo a gente de invisivel, então quando chegar o dia das eleições é só se fazer de invisivel também simples assim.

  10. JOSE LUIS MARTINS Diz

    Vão pro inferno com essas luzes de natal tbm, que perdeu a graça faz tempo,uma hipocrisia depois eles ou a mídia dar feliz natal com essa situação… Enquanto isso,a mesa deles estão fartas e nesse momento há muitos fuçando lixos pra sobreviverem. LAMENTÁVEL,UMA VERGONHA ESSE PAÍS!

  11. Márcia Diz

    Não recebo o bolsa família nem auxílio,mas só escrita no cadunico,tenho que atualizar para eu poder receber auxílio Brasil.

  12. Julio Diz

    Queria saber como vou me cadastrar no cadunico, se não tem nenhum CRAS na minha cidade.

  13. Nilza Corrêa da Silva Diz

    Isso quer dizer se não houver mais a rodada do auxílio vamos passar o natal s nada enquanto eles vão ter a senhora ceia de natal isso é desumano cortar o auxílio em cima do natal e por outro lado vai ser bom pq as eleições estão aí será que vão ter votos com o povo revoltado com o acontecido?

  14. Elione Azevedo dos Santos Diz

    enquanto discutem o pagamento dobbilsa família as outras pessoas estão mordendo de fome…quem tinha um pequeno comércio e perdeu td ñ pode mais pagar aluguel, e o governo acha q é só as famílias do bolsa família q precisam comer, e as outras pessoas q ñ entram nesse programa como sobrevive sem renda sem emprego…vão passar o Natal e ano Novo c fome, isso é mt triste, vergonhoso p o governo…é mt desumano ngm tem culpa da pandemia…ter devastado td q governo é esse ?

  15. Cissa de Oliveira Diz

    Eu acho que o auxílio tem que continuar,porque tem muita gente que esta dependendo só do auxílio,e tem muita gente que esta precisando,e não vai receber o auxílio Brasil,porque não tem 2 anos,eu acho isso muito injusto,fora Bolsonaro😡

  16. Elisabete Diz

    Sem VULNERÁVEIS e INVISIVEIS nao tera REELEIÇÃO não! Misericórdia Papai do céu acode seus filhinhos pois eles foram abandonados pelo os q eram responsáveis.

  17. Isabel Diz

    Mais uma ou duas rodada do auxílio emergencial, pois não dará tempo de todos se cadastrar,Misericórdia

  18. Claudia Diz

    Com eu faço

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.