Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Fila do Bolsa Família não deverá ser zerada em novembro. Entenda

Governo prometeu que iria zerar a fila de entrada no Bolsa Família. Mas isso não vai acontecer neste primeiro momento

De acordo com as informações do Consórcio Nordeste, algo em torno de 2,4 milhões de pessoas estão neste momento na fila de entrada do Bolsa Família. São brasileiros que estão atendendo a todas as regras de entrada no benefício, foram aprovados pelo Ministério da Cidadania e mesmo assim não estão conseguindo receber o dinheiro.

Segundo o próprio Ministério da Cidadania, isso acontece por uma questão de orçamento. Todos os anos, o Governo Federal estipula um teto de pagamentos do Bolsa Família. Quando, por alguma razão, é preciso atender mais pessoas do que esse teto suporta, forma-se uma fila de espera. E aí esses indivíduos aguardam a saída de outros usuários.

O Palácio do Planalto vinha prometendo que conseguiria zerar essa fila de entrada do Bolsa Família assim que começasse os pagamentos do Auxílio Brasil. O novo programa deve fazer os seus primeiros repasses no próximo dia 17 deste mês. Só que, ao que tudo indica, a fila vai continuar.

Acontece que, pelo menos neste primeiro momento, o Auxílio Brasil não vai ser turbinado. Na prática, isso significa que eles não irão inserir mais pessoas no primeiro pagamento. Nem mesmo essas 2,4 milhões que estão esperando para entrar no programa novo. Pelo menos é isso o que se sabe até aqui.

Isso quer dizer, portanto, que as pessoas que estão nesta fila até agora, terão que esperar pelo menos mais um mês para tentar entrar no benefício. Vários políticos de oposição estão pressionando o Governo para que eles encontrem uma solução mais rápida para esta situação.

E quando a fila vai acabar?

Se a fila não vai acabar agora em novembro, quando é que ela vai chegar ao fim? Agora, a promessa do Governo Federal é terminar com essa lista de espera no próximo mês de dezembro, ou seja, a partir do segundo pagamento do Auxílio Brasil.

Só que isso não está acertado ainda. De acordo com o próprio Ministro da Economia, Paulo Guedes, um aumento no número de usuários só vai acontecer se a PEC dos Precatórios for aprovada pelo Congresso Nacional.

E mesmo que isso aconteça e a fila chegue ao fim em dezembro, isso não vai ser garantia de que ela não vai poder voltar em 2022. De acordo com analistas, aliás, é muito provável que essa espera se forme novamente no próximo ano.

Auxílio Brasil

O Governo Federal deverá começar os pagamentos do Auxílio Brasil no próximo dia 17 de novembro. Como dito, neste primeiro momento, os repasses irão acontecer apenas para os 14,6 milhões de brasileiros que estavam recebendo o Bolsa Família até outubro deste ano.

Para esta primeira liberação, o programa vai ter um aumento. Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, o Auxílio estava sendo pago com uma média de R$ 189 por pessoa. Em novembro, isso deve subir para R$217 em média.

Isso ainda está longe dos R$ 400 mínimos que o Presidente Jair Bolsonaro vinha prometendo. De qualquer forma, o Governo vem dizendo que isso vai acontecer a partir de dezembro, caso o Congresso Nacional aprove a PEC dos Precatórios.

5/5 - (1 vote)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.