Crise do Segundo Reinado: análise de questão de vestibular

Confira e entenda como o tema pode ser cobrado na sua prova!

Crise do Segundo Reinado: como pode cair no vestibular?

Diversos são os fatores que contribuíram para a crise do Segundo Reinado, culminando no fim do império em 1889, com a proclamação da república.

O tema é amplamente cobrado por questões de história do Brasil, principalmente dentro dos vestibulares.

Dessa forma, para que você consiga entender como o assunto pode aparecer nas suas provas, o artigo de hoje trouxe a análise de uma questão de vestibular sobre a crise do Segundo Reinado. Vamos conferir!

Crise do Segundo Reinado: questão do vestibular da Unesp

(Unesp) O Segundo Reinado, preso ao seu contexto histórico, não foi capaz de dar resposta às novas exigências de mudanças. Quando se analisa a desagregação da ordem monárquica imperial brasileira, percebe-se que ela se relacionou principalmente com a:

a) estrutura federativa vigente e a conspiração tutelada pelo exército.

b) bandeira do socialismo levantada pelos positivistas.

c) eliminação da discriminação entre brancos e negros.

d) forte diferenciação ideológica entre os partidos políticos.

e) abolição da escravidão e o desinteresse das elites agrárias com a sorte do Trono.

Análise:

A resposta correta para a questão do vestibular da Unesp, Universidade Estadual Paulista, é a alternativa E.

A questão gostaria que o candidato soubesse identificar alguns dos fatores que contribuíram para o enfraquecimento do império e o consequente fim do Segundo Reinado.

Podemos dizer que o processo de abolição da escravidão, sob forte pressão da Inglaterra, começou com a Lei do Ventre Livre e foi um dos responsáveis pelo fim da aliança entre a elite agrária e o Segundo Reinado. De fato, a questão abolicionista, como ficou conhecida essa problemática, foi um dos principais fatores que contribuiu para a crise do império. O rompimento foi consolidado no ano de 1888, quando a Princesa Isabel assinou a Lei Áurea.

Todos os outros fatores mencionados pelas alternativas da questão estão incorretos ou são menos significantes quando comparados ao abolicionismo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.