Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Proclamação da República: análise de questão de vestibular da UNESP

Confira!

Proclamação da República: como cai no vestibular?

A Proclamação da República foi a responsável por colocar um fim ao Império brasileiro e aconteceu no dia 15 de novembro de 1889.

A história do Brasil foi profundamente marcada por esse evento. Dessa maneira, é de se esperar que o assunto seja abordado por muitas questões de história, principalmente dentro dos concursos, da prova do ENEM e dos vestibulares.

Assim, para que você possa se preparar de forma adequada, o artigo de hoje trouxe a análise de uma questão do vestibular da UNESP sobre o tema. Vamos conferir!

Proclamação da República: questão do vestibular da Unesp

(UNESP – 2014) A proclamação da República não é um ato fortuito, nem obra do acaso, como chegaram a insinuar os monarquistas; não é tampouco o fruto inesperado de uma parada militar. Os militares não foram meros instrumentos dos civis, nem foi um ato de indisciplina que os levou a liderar o movimento da manhã de 15 de novembro, como tem sido dito às vezes. Alguns deles tinham sólidas convicções republicanas e já vinham conspirando há algum tempo […]. Imbuídos de ideias republicanas, estavam convencidos de que resolveriam os problemas brasileiros liquidando a Monarquia e instalando a República. (Emília Viotti da Costa. Da monarquia à república, 1987.)

O texto identifica a proclamação da República como resultado

A) da unidade dos militares, que agiram de forma coerente e constante na luta contra o poder civil que prevalecia durante o Império.

B) da fragilidade do comando exercido pelo Imperador frente às rebeliões republicanas que agitaram o país nas últimas décadas do Império.

C) de um projeto militar de assumir o comando do Estado brasileiro e implantar uma ditadura armada, afastando os civis da vida política.

D) da disseminação de ideais republicanos e salvacionistas nos meios militares, que articularam a ação de derrubada da Monarquia.

E) de uma conspiração de civis, que recorreram aos militares para derrubar a Monarquia e assumir o controle do Estado brasileiro.

Análise:

A resposta correta para o vestibular da UNESP, Universidade Estadual Paulista, é a alternativa D.

O texto proposto pela prova da Vunesp e as alternativas demonstram a insatisfação de setores da sociedade brasileira do século XIX, sobretudo aquele militar, com a monarquia de D. Pedro II, o que seria uma das justificativas para o movimento liderado pelo Marechal Deodoro da Fonseca, que consolidaria a Proclamação da República brasileira.

A alternativa A está incorreta pois afirma a existência de um poder civil que prevalecia durante o Brasil Império. A letra B está também incorreta pois a Proclamação da República não foi caracterizada por rebeliões republicanas que aconteceram durante as últimas décadas do Império. A alternativa C está incorreta pois uma ditadura nunca fez parte dos planos da República da Espada e a alternativa E está errada pois não aconteceu nenhuma conspiração de civis.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.