Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5 curiosidades sobre o Segundo Reinado: confira!

Descubra!

5 curiosidades sobre o Segundo Reinado: saiba quais são elas

O Segunda Reinado, período que é caracterizado pelo governo de D. Pedro II, é um dos períodos mais marcantes de toda a história brasileira.

Assim, não é de se surpreender que essa fase da história do país seja tão abordada pelas principais provas nacionais.

O artigo de hoje trouxe, para te ajudar, 5 curiosidades sobre o Segundo Reinado. Esses fatos curiosos podem te ajudar nos seus estudos, na compreensão da crise e do fim desse reinado e podem ser usados na sua redação.

Instalação do primeiro telefone do país

Você sabia que o primeiro telefone do Brasil foi instalado durante o Segundo Reinado?

O fato ocorreu em 1876, na residência imperial. Além disso, o país foi o segundo a ter a tecnologia instalada em todo o mundo.

Criação de dromedários no Brasil

Curiosamente, o Brasil já teve dromedários andando por suas terras. O fato ocorreu em 1856, quando a seca deixou o estado do Ceará arrasado. Em busca de animais mais resistentes às altas temperaturas, D. Pedro II mandou trazer os animais para o país. Eles se adaptaram facilmente. Porém, quando os seus tratadores originais deixaram o Brasil, os dromedários morreram por falta de cuidados adequados.

Aumento no número de ministérios

D. Pedro I havia governado, durante o Primeiro Reinado, com apenas 10 ministérios. D. Pedro II, por sua vez, ampliou esse número para 36.

Golpe da Maioridade

D. Pedro II assumiu o papel de imperador do país após o denominado “golpe da maioridade”, uma vez que o monarca, quando foi coroado, ainda não tinha a idade mínima para ser considerado “maior de idade”. O acontecimento contou com a participação de políticos liberais, que buscavam o fim do Período Regencial.

Imprensa Livre

D. Pedro II garantia, durante o seu governo, o direito de liberdade à imprensa. Durante o Segundo Reinado, o imperador fazia questão que cada erro seu fosse divulgado, evitando que os mesmos fossem divulgados pela oposição, que tinha interesse em prejudicar o império.  De acordo com o monarca, “imprensa se combate com imprensa”. Essa peculiaridade era tanta que outros países se espantavam, na época, com a liberdade de imprensa que existia em terras brasileiras. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.