Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (4 votes)

Auxílio Brasil terá calendário alterado a partir de agosto; entenda a mudança

O Governo Federal pretende alterar o calendário de pagamento do Auxílio Brasil. O benefício do programa será pago com um valor de R$ 600 a partir do próximo mês.

O Governo Federal pretende alterar o calendário de pagamento do Auxílio Brasil. O benefício do programa será pago com um valor de R$ 600 a partir do próximo mês. A ampliação foi aprovada por meio da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) das Bondades.

Mudança no calendário

A intenção é antecipar os pagamentos para a primeira quinzena de cada mês. Atualmente, os repasses do Auxílio Brasil ocorrem nos últimos 10 dias úteis, conforme o Número de Identificação Social (NIS).

Devido ao aumento do benefício mínimo do programa social para R$ 600 e as reformulações quanto ao antigo Bolsa Família. O objetivo do governo é desassociá-lo definitivamente ao PT.

Sendo assim, o Palácio do Planalto quer começar o repasse dos novos benefícios no dia 9 de agosto, mesma data prevista para ser iniciado o Pix caminhoneiro e o vale-taxista. A PEC tem um gasto estimado em R$ 41,2 bilhões.

Antecipação dos pagamentos

Segundo as pesquisas eleitorais, a maior parte da intenção de votos aponta para o ex-presidente Lula. Diante disso, o governo tem pressa em ter sua autonomia quanto aos programas sociais implementados em regências passadas.

O Ministério tem a expectativa de que com esse aumento no benefício do Auxílio Brasil os eleitores fiquem a favor de Bolsonaro, principalmente na região Nordeste e no interior de Minas Gerais. Segundo informações, os repasses antecipados já estão sendo preparados.

Contudo, os pagamentos referentes ao mês de julho já começaram para as mais de 18 milhões de famílias do programa, no entanto, o valor mínimo permanece de R$ 400,00. Além da antecipação, ainda há o desafio de incluir, em agosto, 2 milhões de famílias que estão na fila do Auxílio Brasil.

Cartão do Auxílio Brasil 

O Ministério da Cidadania está distribuindo o novo cartão do Auxílio Brasil para as famílias incluídas no programa a partir novembro do ano passado. A nova ferramenta permitirá que as beneficiárias realizem saques em caixas eletrônicos da Caixa e nas casas lotéricas, além de fazerem compras na opção de débito.

No entanto, como todo cartão, é necessário cadastrar uma senha de segurança para evitar fraudes e saques indevidos. A novidade é que a senha do novo cartão do Auxílio Brasil deverá ser cadastrada pelo aplicativo Caixa Tem. A decisão foi tomada visando facilitar o processo de liberação por parte dos beneficiários.

Veja como cadastrar a senha pelo Caixa Tem:

  • Acesse o aplicativo Caixa Tem, disponível para Android e iOS;
  • Selecione a opção “Auxílio Brasil”;
  • Clique em “criar senha do cartão”.

De acordo com o Ministério da Cidadania, até agora já se emitiu 3,2 milhões de unidades do novo cartão do Auxílio Brasil com chip. Porém, a previsão é distribuir cerca de 6,6 milhões no total, sendo o mesmo número de famílias que entraram no programa social após a reformulação em 2021.

Sendo assim, foi estabelecido um critério de prioridade na distribuição do novo cartão. A princípio, foram contempladas as famílias que residem em cidades que não possuem ou que contam com uma quantidade limitada de canais de pagamento da Caixa Econômica Federal (CEF).

Quais informações constam no cartão Auxílio Brasil?

Na parte da frente da ferramenta estão:

  • Identificação do Programa Auxílio Brasil;
  • Número do cartão;
  • NIS do Responsável Familiar (RF);
  • Nome do RF;
  • Validade do cartão;
  • Número da conta.

Já no verso:

  • Canais de atendimento do Ministério da Cidadania e da Caixa;
  • Nomes da Caixa e Ministério da Cidadania;
  • Bandeira do Caixa Aqui;
  • QR Code;
  • Bandeira do banco 24Horas; e
  • Bandeira da Elo ou Visa.
5/5 - (4 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.