Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.9/5 - (7 votes)

INSS: Pagamentos de julho começam na próxima semana

Os pagamentos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) referente ao mês de julho serão iniciados na próxima segunda-feira (25). Os valores beneficiarão mais de 26 milhões de aposentados, pensionistas e demais segurados da autarquia.

Os pagamentos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) referentes ao mês de julho serão iniciados na próxima segunda-feira (25). Os valores beneficiarão mais de 26 milhões de aposentados, pensionistas e demais segurados da autarquia.

Os repasses são divididos em dois grupos, sendo para os beneficiários que recebem apenas um salário mínimo e para os segurados que ganham um valor superior. A distribuição ocorre segundo o dígito final do número de benefício.

Calendário de julho do INSS

Abaixo, confira o calendário de pagamento do mês de julho, que começa no dia 25 e segue até o dia 5 de agosto:

Para quem recebe um salário mínimo

  • Número de benefício final 1: 25 de julho de 2022;
  • Número de benefício final 2: 26 de julho de 2022;
  • Número de benefício final 3: 27 de julho de 2022;
  • Número de benefício final 4: 28 de julho de 2022;
  • Número de benefício final 5: 29 de julho de 2022;
  • Número de benefício final 6: 01 de agosto de 2022;
  • Número de benefício final 7: 02 de agosto de 2022;
  • Número de benefício final 8: 03 de agosto de 2022;
  • Número de benefício final 9: 04 de agosto de 2022;
  • Número de benefício final 0: 05 de agosto de 2022.

Para quem recebe mais de salário mínimo

  • Número de benefício final 1 ou 6: 01 de agosto de 2022;
  • Número de benefício final 2 ou 7: 02 de agosto de 2022;
  • Número de benefício final 3 ou 8: 03 de agosto de 2022;
  • Número de benefício final 4 ou 9: 04 de agosto de 2022;
  • Número de benefício final 5 ou 0: 05 de agosto de 2022.

Consulta aos benefícios do INSS

Os segurados podem consultar o seu benefício através da Central Telefônica do INSS, no número 135, indo presencialmente a uma unidade da Previdência Social ou através do site ou aplicativo Meu INSS.

Aposentados podem ter seus benefícios ampliados

Ainda está em trâmite no Supremo Tribunal Federal (STF) o processo que prevê beneficiar os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com a revisão da vida toda.

A possibilidade inclui no cálculo do benefício, todos os salários recebidos ao longo dos anos de contribuição, mesmo aqueles realizadas antes de 1994, quando a moeda do país era o cruzeiro.

O cálculo da aposentadoria atualmente considera apenas os salários de contribuição a partir de julho de 1994, conforme a regra estabelecida pela Reforma da Previdência em 2019.

Revisão da vida toda do INSS

A revisão da vida toda do INSS solicita a inclusão das contribuições previdenciárias realizadas antes de 1994, uma vez que esses recolhimentos não são contabilizados atualmente devido a regra de transição estabelecida em 1999.

Sendo assim, a revisão pode ser solicitada por todo segurado que teve algum dos benefícios abaixo concedidos após 1999 e antes de 13 de novembro de 2019, quando a Reforma da Previdência entrou em vigor:

  • Aposentadoria por Tempo de Contribuição;
  • Aposentadoria por Idade;
  • Aposentadoria Especial;
  • Aposentadoria da Pessoa com Deficiência;
  • Aposentadoria por Invalidez;
  • Pensão por Morte;
  • Auxílio-Doença.

No mais, antes de solicitar a revisão da vida toda o segurado deve garantir que vale a pena. Para isso, é preciso considerar os três pontos a seguir:

  • Ter tido bons salários antes de 1994;
  • Ter poucas contribuições depois de 1994;
  • Ter começado a ganhar menos após 1994.

Tais situações são as que garantem um bom aumento no valor do benefício do INSS através da Revisão da Vida Toda.

3.9/5 - (7 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.