Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3/5 - (23 votes)

Auxílio Brasil de R$400: Quem é do auxílio emergencial receberá o benefício?

A dúvida também envolve o meio de inscrição para participar do Auxílio Brasil.

Com o iminente fim do Auxílio Emergencial, muitos beneficiários do programa se questionam se estarão na folha de pagamento do novo Bolsa Família. A dúvida também envolve o meio de inscrição para participar do Auxílio Brasil.

Veja também: Auxílio Emergencial: nascidos em agosto podem sacar sétima parcela

Todavia, é preciso esclarecer que o novo projeto está exclusivamente destinado as famílias pobres e extremamente pobres do país. Neste sentido, caso o cidadão que recebia o Auxílio Emergencial se encaixe em um desses termos, será possível ser contemplado pelo novo benefício.

Vale ressaltar que o Ministério da Cidadania ampliou a faixa de renda que possibilita a entrada do cidadão no Auxílio Brasil. Agora, famílias com renda per capita de até R$ 100 são consideradas em situação de extrema pobreza, e famílias com renda per capita de até R$ 200 são consideradas em condição de pobreza.

Portanto, caso se enquadre em algumas das situações mencionadas acima, é possível que seja contemplado pelo novo programa social. No entanto, embora esteja sob essas condições, é necessário estar devidamente inscrito no Cadastro Único de Informações Sociais (CadÚnico).

Inscrição no CadÚnico e recebimento do novo Auxílio

O programa está previsto para começar no dia 17 de novembro. Na ocasião, apenas os beneficiários do Bolsa Família serão beneficiados. Isso acontecerá devido à falta de recursos para custear o programa até o momento.

Logo, somente a partir de dezembro, os demais inscritos no CadÚnico vão começar a receber. Além disso, a primeira mensalidade será de apenas R$ 220, representando um reajuste de 20% sobre o valor concedido pelo Bolsa Família.

O valor de R$ 400 prometido pelo presidente Jair Bolsonaro, só deve ser liberado a partir da aprovação da PEC dos Precatórios, que abrirá um espaço no Orçamento da União de 2022. Contudo, por se tratar de um novo benefício, milhares de pessoas estão em busca de informações para conseguir ser beneficiados.

3/5 - (23 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

2 Comentários
  1. Denilson alves borba Diz

    Seria bom se eu divese dieto ouxilio

  2. Leila Cristina Diz

    Esse elcilio Brasil uma mentira recebo 130 não recebo auxílio emergencial recebo o bolsa família esse ano eu não recebi auxílio emergencial deveria estar recebendo mas não tô agora vem aumentar r$ 15 só na conta da pessoa é uma vergonha recebo 130 só foi para 149 é uma vergonha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.