Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Transição Antiguidade-Idade Média: como cai no vestibular?

Confira!

Transição Antiguidade-Idade Média: descubra como pode cair no vestibular

A transição da Antiguidade para a Idade Média, dois períodos da história da humanidade, não ocorreu de forma simples.

O processo foi muito complexo e envolveu uma série de fatores. Dessa maneira, não é de se surpreender que o tema seja tão abordado por questões de história dos principais vestibulares do país.

Para te ajudar, o artigo de hoje trouxe a análise de uma questão de vestibular que aborda o assunto. Confira!

Transição Antiguidade-Idade Média: questão de vestibular

(PUC-PR 2018)

Leia o texto abaixo:

À morte de Carlos Magno, as instituições centrais do feudalismo já se encontravam presentes, sob o dossel de um império centralizado pseudo-romano. De fato, em breve se tornou claro que a rápida generalização dos benefícios e sua crescente hereditariedade tendiam a minar todo o pesado aparelho de Estado carolíngio, cuja ambiciosa expansão nunca correspondera às suas reais capacidades de integração administrativa, dado o nível extremamente baixo das forças de produção nos séculos VIII e IX. A unidade interna do Império não tardou a ruir, no meio de guerras civis de sucessão e de uma crescente regionalização da classe aristocrática que a mantinha. […]. Ataques externos selvagens e inesperados, surgidos de todos os pontos cardeais, da terra e do mar, de vikings, sarracenos e magiares, pulverizou todo o sistema paraimperial de governação dos condes que ainda subsistia.

Sobre os fatores presentes na transição da Antiguidade ao feudalismo na Europa Ocidental, estão corretas as seguintes alternativas que indicam características desse período.

I. Decadência econômica e estagnação técnica do Império Romano.

II. Incapacidade administrativa dos Estados nacionais (como França, Alemanha e Itália) em fazer frente às invasões bárbaras.

III. Crescente influência da Igreja Católica sobre os senhores locais.

IV. Progressivo papel desempenhado pela servidão nas relações econômicas e sociais.

V. Afastamento da nobreza das antigas cidades romanas e sua fixação nas áreas rurais.

A) Somente I e II.

B) II, IV e V.

C) Somente IV e V.

D) Todas estão corretas.

E) I, III, IV e V.

Análise e resposta:

A resposta correta para a questão da PUC-PR é a alternativa E.

Isso porque, todas as alternativas estão corretas com exceção da II, uma vez que esta afirma que a incapacidade de administração de alguns Estados nacionais da Europa (como França, Alemanha e Itália) não conseguiram conter as invasões bárbaras.

Devemos nos lembrar que os Estados nacionais ainda não existiam no contexto de transição da Antiguidade para a Idade Média (período que é abordado pela questão).

Ainda, devemos nos lembrar também que alguns Estados, como a Itália e a Alemanha, só se formariam no século XIX.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.