Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (7 votes)

Selic e a rentabilidade dos investimentos de renda fixa 

A taxa Selic subiu novamente, de 6,25%, agora está em 7,75%, e isso pode ser positivo para os seus investimentos de renda fixa. Entenda melhor!

A taxa Selic subiu novamente, de 6,25%, agora a Selic está em 7,75%, e isso pode ser positivo para os seus investimentos de renda fixa.

Selic e a rentabilidade dos investimentos de renda fixa 

Selic é a taxa básica de juros da economia, o que significa que ela é a referência para definir todas as demais taxas do país. Sendo assim, de forma sucinta, a Selic elevada significa que os juros também ficam mais altos. 

O seu impacto na rotina se dá por meio dos valores elevados dos itens básicos de consumo, como tem ocorrido no combustível, gás e itens da cesta básica. 

Por outro lado, para os seus investimentos de renda fixa a Selic elevada aumenta a sua rentabilidade. Da mesma forma, quando a Selic cai, seus rendimentos também tendem a cair, por isso, o mercado de investimentos é volátil. Sendo assim, quanto aos seus investimentos no momento atual, como a Selic subiu para 7,75%, irão render mais. 

Rentabilidade, liquidez e risco

De forma geral, para você definir quais os melhores investimentos para você é necessário analisar três pontos: 

  • Rentabilidade;
  • Liquidez;
  • Risco.

Sendo assim, a rentabilidade se refere ao retorno que um investimento oferece. Já a liquidez, diz respeito sobre a velocidade com que o ativo pode ser comprado ou vendido. 

Por fim, o risco se refere à probabilidade de que retorno do investimento seja menor ou negativo, inerente à volatilidade do mercado de investimentos. Além disso, para se tornar um investidor, é importante definir suas metas pessoais. 

Conheça o seu perfil de investidor 

São basicamente 3 tipos de investidores: 

  • Conservador:  o investidor conservador é o tipo de investidor que busca a segurança dos rendimentos e prefere investir em alternativas com baixo risco.
  • Moderado: sendo a maior parte dos investidores atuais, o moderado é o investidor que está mais aberto à possibilidade de investir em aplicações de risco. Porém, ainda se resguarda um pouco.
  • Agressivo: Por fim, o perfil agressivo se refere ao investidor que prioriza a rentabilidade maior, arriscando mais, ou seja, geralmente esse investidor já conhece bastante o mercado e assume os riscos do mercado.

Além disso, os investidores iniciantes podem iniciar com os investimentos de renda fixa, já que é a maneira mais segura de entender o comportamento do mercado de investimentos.

Para que possa aumentar a sua rentabilidade com o aumento da Selic, é possível investir no CDB ou no Tesouro Direto, por exemplo. Pois, em ambos os casos, você está emprestando recursos ao governo e aos bancos.  Em troca, recebe uma rentabilidade que pode ser prefixada ou pós-fixada. 

Rentabilidade prefixada: Você sabe quanto irá render o seu investimento ao final do período.

Pós-fixada: a opção de rentabilidade pós-fixada é atrelada a um indicador financeiro, como o CDI ou a Taxa Selic. 

Veja algumas opções de investimentos de renda fixa:  

  • Tesouro Direto 
  • CDB (Certificado de Depósito Bancário) 
  • Debêntures
  • LCI (Letra de Crédito Imobiliário) 
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) 
  • Fundos de renda fixa 
  • LC (Letras de Câmbio) 
  • CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários) 
  • CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio) 

Confira nossas dicas para novos investidores.

5/5 - (7 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.