Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

 Novo ciclo de commodities e a demanda por eletricidade

 Confira os dados da projeção do PDE 2031 sobre o novo ciclo de commodities e a demanda por eletricidade. Saiba mais!

Confira os dados dos estudos do Plano Decenal de Expansão de Energia 2031 (PDE 2031), de acordo com documento divulgado pelo Ministério de Minas e Energia (MME), sobre o novo ciclo de commodities e a demanda por eletricidade.

PDE 2031: demanda de eletricidade

A pandemia causada pelo novo coronavírus gerou impactos no ritmo e na intensidade da retomada do consumo de eletricidade ao longo de 2021, de acordo com o Plano Decenal de Expansão de Energia 2031 (PDE 2031).

Cenário superior e horizonte decenal

No cenário superior, o retorno mais breve às atividades presenciais em 2021 atenua o aumento do consumo nas residências. No horizonte decenal, o maior consumo médio por unidade residencial já registrado no Brasil (179 kWh/mês, em 1998) só deve ser superado no segundo quinquênio deste estudo, destaca o documento divulgado pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

Evolução dos grandes consumidores industriais

Conforme informações do Ministério de Minas e Energia (MME), em 2021, houve retomada de produção de plantas eletrointensivas, sobretudo nas cadeias do alumínio, pelotização e soda-cloro.

 Novo ciclo de commodities e a demanda por eletricidade

Setores exportadores de commodities, como pelotização, siderurgia e celulose, são beneficiados por novo ciclo de commodities. A demanda de eletricidade na rede por parte de segmentos como celulose e siderurgia é limitada pela sua capacidade de autoprodução de eletricidade, destaca o Ministério de Minas e Energia (MME).

A projeção do consumo de eletricidade

Para a projeção do consumo de eletricidade, considerou-se informações relacionadas à produção dos setores no horizonte decenal coletadas até agosto de 2021, informa o Ministério de Minas e Energia (MME) através do Plano Decenal de Expansão de Energia 2031 (PDE 2031).

Perspectivas para o consumo das indústrias

O cenário de referência supõe o sucesso na realização de reformas estruturais com ganhos de competitividade para a indústria, de acordo com o Plano Decenal de Expansão de Energia 2031 (PDE 2031).

Sobre a retomada da indústria de construção 

Em especial, destaca-se a retomada da indústria de construção (beneficiada por novos projetos de concessões e investimentos em infraestrutura), transformação e dos setores exportadores de commodities, informa o Ministério de Minas e Energia (MME) através de divulgação oficial.

Cenário referência 1

Crescimento médio de 4,2% anuais entre 2021 e 2031

Cenário referência 2

Crescimento médio de 4,4% anuais entre 2021 e 2031. De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), através do Plano Decenal de Expansão de Energia 2031 (PDE 2031). 

Após forte impacto em 2020 em consequência da pandemia causada pelo novo coronavírus, o comércio e as outras classes voltam a apresentar protagonismo na evolução do consumo ao longo do horizonte de planejamento, informa a divulgação oficial do Ministério de Minas e Energia (MME). 

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.