Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

INSS: Novo benefício de R$ 550 será liberado para segurados

A quantia proposta no auxílio-inclusão equivale a 50% do salário concedido pelo INSS aos contemplados do BPC, o mesmo que um salário mínimo, R$ 1.100 em vigência.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) proporcionará um abono extra no salário distribuído aos segurados inscritos no Benefício de Prestação Continuada (BPC). O benefício trata-se do auxílio-inclusão, no valor de R$ 550.

A quantia proposta no auxílio-inclusão equivale a 50% do salário concedido pelo INSS aos contemplados do BPC, o mesmo que um salário mínimo, R$ 1.100 em vigência. Entretanto, este auxílio não será destinado a todos os beneficiários do Instituto, para recebê-lo, será necessário cumprir alguns requisitos:

  • Estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal;
  • Ser um segurado da Previdência Geral ou Regime Próprio para Servidores;
  • Ser beneficiário do BPC;
  • Ter conseguido um emprego com carteira assinada;
  • Receber uma remuneração de, no máximo, dois salários mínimos, R$ 2.200.

Obrigatoriamente, para receber o auxílio-inclusão o beneficiário do BPC deve comprovar um vínculo empregatício formal. A iniciativa visa estimular a busca por um emprego com carteira assinada, além de cooperar com a economia nacional.

No entanto, o auxílio-inclusão não é cumulativo, ou seja, o beneficiário não poderá receber o valor do BPC e o do auxílio simultaneamente. Neste sentido, caso o cidadão seja demitido, ele terá o direito de retornar ao benefício tradicional do programa, desde que ainda se enquadre nos requisitos de elegibilidade.

O auxílio-inclusão também só será liberado para um único membro da família, porém, sem incidência na renda per capita do grupo familiar, possibilitando que outro membro do mesmo núcleo seja contemplado pelo BPC. Essa é a única forma de ter dois benefícios em um mesmo grupo.

Além disso, o novo abono não será disponibilizado junto ao recebimento de pensões, aposentadorias ou qualquer outro benefício temporário ou permanente concedido pelo INSS.

O seguro-desemprego também não permite o recebimento do auxílio. Contudo, de acordo com o INSS, o novo amparo será liberado somente a partir de outubro.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
10 Comentários
  1. Simone Cristina Orlandino Diz

    Eu recebo BPC, tenho deficiência por causa da esclerose múltipla, moro sozinha, tenho direito a esses 550, 00?

  2. Jose Carlos Gomes de Melo Diz

    Sou deficiente físico tenho acompanhante no passeio livre jose Carlos Gomes de Melo e francineide do nascimento damaceno município Teresina Piauí

  3. Carla Diz

    Engraçado essas pessoas são graduada onde ? Em qual planeta, pois só escreve noticia falsa , o tempo todo.

  4. Alcides Diz

    Façam uma chamada da matéria corretamente. Especifiquem que é direcionado ao BPC.

  5. Karina Diz

    E como vou saber se tenho direito
    Tem q fazer algum cadastro?

  6. Maria Alba Menezes de Amorim Diz

    Eu recebo só o Loas, não tenho direito a nada tmbm?

  7. Maria Alba Menezes de Amorim Diz

    Eu recebo só o Loas, não tenho direito a nada tmbm?

  8. Lobo Diz

    Silva Azevedo Gonçalves Diz seu comentário pode ser analisado como indução a violência !

  9. Nadja Diz

    Vcs deveriam ter consciência e se por no lugar do próximo ….e se fosse vcs do INSS conseguiria se manter com uma renda se 520 reais é essse gente p valor pago ao auxílio acidente ….pais de horror pessoas sem nenhuma convicção de humanidade em achar que um salário de 1100 é tudo ….existem pessoas como eu que pagaram muito tempo eu paguei 17 anos pra hoje precisar e ganhar 520 reais nessa pandemia ….o que acham

  10. Silvia Azevedo Gonçalves Diz

    Prefiro que os meus R$2.000,00 seja entregue àquele homem lindo, alto, forte, bombado e jovem chamado GUEDES para ajudar na economia do país.
    P.S. sugiro modestamente que comprem armas com ele.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.