Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Governo da Bahia define volta às aulas presenciais para o dia 26 de julho

O Governo da Bahia definiu o início da retomada das aulas presenciais para o dia 26 de julho. O governador, Rui Costa, antecipou a divulgação da decisão e informou na última terça-feira (13), por meio de live, a data para a volta às aulas nas escolas estaduais.

De acordo com o governador, as condições epidemiológicas do estado já permitem a retomada das atividades presenciais nas escolas. A taxa de ocupação dos leitos de UTI na Bahia está em 62%, o menor índice desde março deste ano. Rui Costa afirmou ainda que houve uma redução na média móvel de casos ativos da covid-19.

Nesse sentido, o governador explica: “A média móvel de casos tinha dado uma subida, mas voltou a inclinar para baixo. Isso foi efeito do São João, mas os números já baixam novamente e continuam caindo. Esperamos que as pessoas continuem usando máscara para o número continuar caindo, se Deus quiser”.

A decisão está de acordo com o decreto publicado em abril, no qual o governo determinou que seria necessário que a taxa de ocupação das UTIs ficasse 5 dias seguidos abaixo ou igual a 75% para o retorno. 

Retomada será feita por meio do ensino híbrido

No entanto, a retomada não será total. A retomada será iniciada por meio do modelo de ensino híbrido no dia 26 de julho, com aulas presenciais e aulas remotas. “As aulas 100% presenciais serão no momento em que os números tiverem ainda mais baixos do que estão hoje”, informou Rui Costa.

Os professores deverão obrigatoriamente comparecer às escolas para o retorno híbrido, bem como os alunos. Para garantir a segurança nessa retomada, as escolas devem garantir o distanciamento de, ao menos, uma carteira entre os alunos em sala de aula. Além disso, será obrigatório o uso de máscaras de proteção respiratória. As escolas deverão também cobrar dos alunos o uso de álcool em gel ou álcool 70% para a higienização das mãos. 

Segundo o governador, para o retorno das aulas presenciais, haverá ampliação da carga horária dos professores de 20 para 40 horas por semana. Haverá ainda novas contratações e convocação de docentes.

Confira mais detalhes no site da Secretaria de Educação do Estado da Bahia.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também: Inscrições da 2ª edição de 2021 do Prouni terminam hoje.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.