Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

SP: Pesquisa aponta que mais de 85% dos docentes temem contágio por Covid nas aulas presnciais

Pesquisa feita pela Apeoesp (Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo) em parceria com o Instituto Vox Populi mostra que a maioria dos entrevistados demonstram temer o contágio por covid-19 no retorno às salas de aula. 85,6% dos docentes afirmaram ter receio de contrair a doença.

A pesquisa ouviu , 1.500 professores da rede estadual de São Paulo, 600 alunos e 1.500 pais de alunos, entre s 22 de junho e 8 de julho.

A retomada das aulas presenciais no estado está prevista para a próxima segunda-feira, dia 2 de agosto. No entanto, segundo os dados da pesquisa, a insegurança entre os professores, os alunos e suas famílias é grande. Dos alunos ouvidos, 75,1% temem o contágio, enquanto entre os pais o percentual é de 81,8%.

O levantamento mostra ainda que 49,9% dos professores só receberam a 1ª dose da vacina, ou seja, ainda não estão imunizados. Outros 44,6% receberam as duas e apenas 5,5% não foram vacinados.

Entre os docentes, a decisão do governo de retomar as aulas presenciais neste momento não é bem vista. A maioria dos professores é contra a retomada do ensino presencial. A maioria dos pais de alunos (51,3%) também não é favorável. Além disso, 25% de todos os entrevistados acreditam que o governo não está ofertando boas condições para que a volta às aulas presenciais seja segura.

Conforme a decisão do governo, os professores são obrigados a retomar as atividades presenciais quando forem convocados. No entanto, para os alunos, o retorno é opcional. Desse modo, os pais podem optar por não mandar os filhos às escolas.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia UFMS divulga conteúdos para provas do PASSE e do Vestibular 2022.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.