Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Fraudes envolvendo PIX devem ser impulsionadas pela Black Friday

A Black Friday deste ano que ocorrerá daqui a 6 dias será praticamente a primeira edição da maior promoção do ano com o PIX sendo tão utilizado, já que o sistema de pagamento instantâneo foi lançado em 16 de novembro de 2020, 10 dias antes da última Black Friday, época que ainda não era tão popular. Ou seja, chegou a hora de ver o PIX em ação.

Para se ter uma ideia, em janeiro de 2021, outro estudo da consultoria Gmattos apontava que apenas 17% das lojas online aceitavam PIX. A tendência, ainda de acordo com a pesquisa, é que até o fim do mês de novembro, 70% dos lojistas online já estejam permitindo o método de pagamento.

Por outro lado, Segundo o T.Group, uma empresa de tecnologia que presta serviços a gigantes quando o assunto é e-commerce, isso faz com que o PIX se torne um dos grandes vilões no evento quando o assunto é fraudes.

“É muito comum o consumidor ser direcionado a dados falsos de transferência, e a falta de lastro do PIX dificulta a solução do problema. Pela segurança do usuário, a recomendação é dar preferência ao cartão de crédito, pois os grandes bancos podem te proteger das fraudes”, explicou Andrea Fernandes, CEO do T.Group.

Phishing e outros tipo de golpes

Outra fraude muito frequente é aquela que os especialistas chamam de “phishing”, quando sites falsos são criados de forma muito semelhante aos das grandes empresas e desse jeito oferecem descontos que, na verdade, não existem.

A gigante empresa aérea Gol, por exemplo, noticiou que é falso um site que oferece passagens aéreas gratuitas em nome da companhia. “O consumidor deve sempre checar a URL dos sites e desconfiar de links de WhatsApp, e-mail, cupons e descontos muito atrativos”, salientou a CEO do T.Group.

A companhia destinada a serviços aéreos estima que cerca de 34 mil tentativas de fraude serão realizadas somente entre os dias 25 e 26 de novembro, um potencial aumento de 52% em relação à Black Friday de 2020.

A dica dada pela Andrea, é de que ao se deparar com uma promoção muito tentadora, o certo é entrar direto no site oficial daquela empresa e pesquisar pelo produto”. Em tempos de inflação, dólar alto e Bolsa Família que vai e vem, é sempre bom ficar atento as dicas para evitar dores de cabeça no futuro.

PIX sofreu recente alteração em suas medidas de segurança

Além do aumento de fraudes relacionadas ao PIX , casos de sequestros relâmpagos fizeram com que o Banco Central (BC) introduzisse medidas de segurança no sistema. Alterações divulgadas no fim de agosto definem, entre outras regras, o limite de transferências entre pessoas físicas, inclusive microempreendedores individuais (MEI), para R$ 1 mil no período noturno, entre as 20 e 6 horas.

A limitação das transações de pessoas físicas havia sido anunciada em agosto pelo BC para reduzir os casos de sequestros e roubos noturnos, após pedidos das próprias instituições financeiras.

Entretanto, para Arthur Igreja, especialista em Tecnologia e Segurança Digital, as medidas do PIX que entrarão em vigor a partir desta data não são o suficiente.

“Em caso de sequestro relâmpago, por exemplo, o criminoso pode manter a vítima refém por mais tempo, até o horário em que a transação financeira será efetivada. Mas isso não é motivo para alarmar a população e deixar de acreditar na efetividade da ferramenta PIX”, explica Arthur.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.