Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.7/5 - (30 votes)

Encerramento do Auxílio Emergencial e início de pagamentos do Auxílio Brasil

Até o dia 19 de novembro, a Caixa Econômica Federal estará convocando os beneficiários do Auxílio Emergencial a sacarem ou transferirem a última parcela do programa. O Governo Federal passará a conceder o benefício do Auxílio Brasil.

Veja o último calendário de saques do Auxílio Emergencial:

  • Nascidos em janeiro – 1º de novembro;
  • Nascidos em fevereiro – 3 de novembro;
  • Nascidos em março – 4 de novembro;
  • Nascidos em abril – 5 de novembro;
  • Nascidos em maio – 9 de novembro;
  • Nascidos em junho – 10 de novembro;
  • Nascidos em julho – 11 de novembro;
  • Nascidos em agosto – 12 de novembro;
  • Nascidos em setembro – 16 de novembro;
  • Nascidos em outubro – 17 de novembro;
  • Nascidos em novembro – 18 de novembro;
  • Nascidos em dezembro – 19 de novembro.

Como sacar o benefício?

Saiba como sacar o benefício no caixa eletrônico e na lotérica:

  1. O saque é realizado sem cartão, então clique no botão “Entra” do teclado do caixa eletrônico;
  2. Na sequência, toque em “Saque Auxílio Emergencial”;
  3. Feito isto, digite o número do seu CPF e clique no botão “Confirmar”;
  4. Agora insira o código de seis dígitos que foi gerado no aplicativo Caixa Tem e aperte o botão “Confirmar”;
  5. Escolha um valor para saque e aperte o botão “Entra”;
  6. Aguarde a liberação do dinheiro.

Como gerar o código para fazer saque?

  1. Acesse sua conta digital no Caixa Tem;
  2. Toque na opção “saque” e informe o valor que deseja sacar;
  3. Feito isto, um código será gerado;
  4. Anote este código e realize o saque em caixa eletrônico ou na lotérica.

Transferências bancárias

Além dos saques em espécie, os beneficiários podem realizar transferências entre contas bancárias. Os procedimentos são realizados por meio do TED ou PIX. Na primeira opção o cidadão deve transferir o valor do benefício para uma conta de mesma titularidade, já na segunda, o dinheiro pode ser enviado instantaneamente para qualquer conta.

Vale ressaltar que o Caixa Tem possui algumas regras quanto as transações bancárias. Cada transferência deve ser de no máximo R$ 600, além disso, diariamente o beneficiário só pode repassar até R$ 1.200. Para finalizar, mensalmente o aplicativo limita as transferências em, no máximo, R$ 5 mil.

Auxílio Emergencial terá seus beneficiários transferidos para o Auxílio Brasil?

Essa pergunta não tem resposta definida, uma vez que o Auxílio Brasil só contemplará cerca de 17 milhões de cidadãos, incluindo os 14,6 milhões de famílias atendidas pelo Bolsa Família. Desta forma, um espaço de 2,4 milhões vagas será aberto.

Com isso, os beneficiários do Auxílio Emergencial que estiveram inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal e elegíveis conforme as regras do novo programa, serão possivelmente contemplados pelo projeto.

Confira as regras de concessão do Auxílio Brasil:

  • Ter renda familiar per capita de até R$ 89; ou
  • Ter renda familiar per capita de até R$ 178 (no caso de famílias que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças e/ou adolescentes até 17 anos);
  • Estar inscrito no CadÚnico;
  • Estar com dados atualizados no CadÚnico há, pelo menos, dois anos.
3.7/5 - (30 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

4 Comentários
  1. Rosangela Ana de Freitas Simões Pereira Diz

    Poderia pelo menos dar até dezembro o auxílio emergencial no caso sou eu e minha filha ela estudando

  2. Raimundo marques Diz

    Olá boa tarde, essa checagem sobre o auxílio emergencial é mentirosa, eu recebia o auxílio de 150,00 aí em fevereiro concegui um trabalho com carteira acinada mas já em março foi dado baixa desde está época foi cancelado meu auxílio, nunca tive direito a contestação, toda vez q eu entro tentar atualizar meus dados tem uma mensagem dizendo q eu tenho trabalho formal se desde março q estou sem trabalho, esse governo de Merda só quer é fuder com a população e ainda tem idiotas q endeusa um bosta desse.

  3. Santos Diz

    O governo federal deveria fazer uma checagem nos inscritos do auxílio emergencial e ver os idosos acima de 60 anos que não conseguiram por algum motivo se aposentar ainda e que recebem o auxílio emergencial, e que não estão inscritos em nenhum programa do governo, e incluírem no Auxílio Brasil automaticamente para que esses também tenham direto já que eles estão enquadrado no grupo de risco, e são vulneráveis. Porque fica difícil um idoso acima de 60 anos que não tem aposentadoria, não tem emprego, não tem família, mora sozinho se cadastrar no cadúnico, e bolsa família, mais que preencheu os requisitos para ter direto ao auxílio emergencial até a última parcela, e o ministério da cidadania, o dataprev, e a caixa econômica federal tem a relação de todos esses idosos no sistema deles, e sabem que dando continuidade aos pagamentos do benefícios vão saber se os mesmos continuam vivos ou não, é muito simples. Tudo é uma questão de consciência, profissionalismo, e competência.
    Deus abençoe esses idosos que estavam recebendo o auxílio emergencial e tinham como uma fonte de renda esse dinheiro, que eles não sejam excluídos do Auxílio Brasil, já que eles dizem que querem tanto que o Auxílio Brasil venha para beneficiar os que vivem em situações vulneráveis.

  4. Cissa de Oliveira Diz

    Eu não concordo,porque vai ter muita gente,que vai estar precisando,e não vai receber,porque não tem 2 anos, o Bolsonaro não esta nem ai pra população,fora Bolsonaro 😡

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.