Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Economia: os cenários alternativos e a inflação

As análises de cenários alternativos na economia atual foram consideradas pelo Copom para elevar a inflação. Saiba mais!

As projeções para a inflação de preços administrados são de 6,4% para 2022 e 5,7% para 2023. O Comitê de Política Monetária (Copom) julga que a incerteza em torno das suas premissas e projeções atualmente é maior do que o usual, ressalta o Banco Central do Brasil (BCB) em divulgação realizada na data desta publicação, 10 de maio de 2022.

Copom: cenário referenciado e o cenário projetado

O Comitê iniciou seu debate sobre os riscos em torno de suas projeções discutindo algumas das possíveis razões para a diferença entre as projeções no cenário de referência e as projeções de analistas. 

Conforme divulgado pelo Banco Central do Brasil (BCB), alguns membros enfatizaram que a inflação corrente alta tem contaminado as expectativas de maior prazo além do esperado. 

Cenários alternativos e a inflação

Além disso, algumas outras potenciais explicações foram debatidas por meio da análise de cenários alternativos. Em primeiro lugar, analisou-se o impacto de uma reversão mais lenta da inflação de bens industriais, decorrente de sucessivos choques sobre as cadeias globais de produção. 

Segundo o Banco Central do Brasil (BCB), além disso, também se observou que diferentes hipóteses sobre a taxa de juros neutra possuem impactos sobre as projeções, embora sejam impactos modestos no horizonte relevante. 

Convergência entre valores prestados 

Por fim, os impactos inflacionários de diferentes hipóteses referentes à convergência entre o preço dos derivados e o preço do petróleo também se mostraram relevantes.

Inflação global 

Com relação ao cenário inflacionário global, o Comitê avalia que as pressões inflacionárias globais se intensificam e são caracterizadas tanto por uma demanda por bens persistentemente elevada (por exemplo, na economia norte-americana), quanto por choques de oferta ligados à guerra na Ucrânia e à política chinesa de combate à Covid-19, destaca o Banco Central do Brasil (BCB). 

Esses fatores têm potencial para gerar pressões inflacionárias persistentes em diversas economias, particularmente nas que estão mais defasadas no processo de normalização de suas políticas fiscais e monetárias.

O conflito entre a Ucrânia e a Rússia impacta a projeção dos preços de commodities 

Além disso, o Comitê de Política Monetária (Copom) avaliou que há grande incerteza sobre o comportamento futuro dos preços de commodities em reais, como reflexo da guerra na Ucrânia e da retomada das economias no pós-pandemia, destaca o Banco Central do Brasil (BCB).

O Comitê avalia que há possibilidade de reversão, ainda que parcial, do aumento nos preços das commodities internacionais em moeda local, destaca a divulgação oficial.

Risco e o futuro do arcabouço fiscal 

Segundo informações oficiais, o Comitê de Política Monetária (Copom) debateu o risco fiscal e como isso afeta a condução da política monetária. 

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.