Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Conheça o perfil das principais organizadoras de concursos públicos!

Conhecer bem a organização e estilo de questões cobradas pela banca organizadora do concurso público é essencial para prestar a prova com eficiência. Afinal, estudar é muito importante, mas saber direcionar seu estudo é melhor ainda. O direcionamento desse estudo deve ser feito, por sua vez, a partir do conhecimento do rigor e tipo de cobrança dada preferencialmente pela banca organizadora.

Tendo essa ideia em mente, separamos algumas informações muito importantes sobre as principais bancas organizadoras de concursos públicos. Quer conhecer melhor cada uma delas? Então fique ligado no que separamos para você!

  1. Cebraspe – Cespe/Unb:

A banca Cespe/UNB é uma das principais organizadoras de concursos públicos e também é bastante temida pela maioria dos concurseiros. O aspecto peculiar das provas dessa banca é sua formatação nada convencional: as são respondidas entre “certo” e “errado”, e não entre opções de resposta. Sendo assim, as perguntas são feitas mediante afirmações e, a partir dos cálculos, o candidato deve provar se tal afirmativa está correta ou equivocada.

Além disso, as questões são complexas e multidisciplinares e, quando uma questão é marcada erradamente, a penalidade é dada por meio do desconto de uma questão correta. Por isso, a melhor dica é deixar o espaço em branco caso haja dúvida na questão. Ao estudar para uma prova organizada pelo Cespe/UNB, o candidato deve praticar muitos exercícios e estudar atualidades, já que a banca leva muito cobra muito jurisprudência.

  1. Cesgranrio:

Já as provas organizadas pela Cesgranrio são famosas por distribuir equilibradamente o conteúdo do edital, sendo bem difícil não cobrarem algo proposto. É preciso que o estudante fique sempre atento às notícias da mídia nacional, pois a banca cobra bastante questões do cotidiano na matéria Atualidades. A interpretação de texto é tão complexa quanto a do Cespe/UNB.

A Cesgranrio utiliza-se de gráficos e imagens, bem como raciocínio lógico em grandes proporções. O nível de dificuldade é considerado médio e os concurseiros devem prestar atenção a dificuldade da prova de inglês.

topapostilas.com.br
  1. Fundação Carlos Chagas (FCC):

A Fundação Carlos Chagas é conhecida por dar preferência a questões objetivas que, apesar do longo enunciado, não apresentam tanta complexidade quanto encontrada nas provas do Cespe/UNB. O estilo se aproxima mais da banca Cesgranrio.

Contudo, a análise e conhecimento literal das leis são cobrados de forma excessiva. Questões de jurisprudência também são cobradas. Preste bastante atenção aos enunciados: a FCC tem o costume de pedir a marcação da alternativa incorreta, e muitos candidatos erram por não lerem devidamente.

  1. Fundação Getúlio Vargas (FGV):

A grande dificuldade da FGV está em sua imprevisibilidade. Ela muda seu padrão a cada prova, mas mesmo assim costumam cair longos textos para interpretação de textos e gramática. Na parte destinada ao Direito, questões de caos práticos são bem abordadas, além de perguntas multidisciplinares.

Para a prova da FGV, as melhores dicas são: estudar bastante o edital, fazer provas anteriores e bibliografia, pois a banca já chegou a cobrar até mesmo notas de rodapé. Preste atenção a isso!

  1. Vunesp:

Estudar gramática e os textos das leis são fatores muito importantes para provas organizadas pela Vunesp. Ultimamente tem-se estudado mudar o estilo da banca. Então, é preciso prestar atenção sempre ao edital para não ser pego de surpresa!

Agora que você sabe as melhores dicas sobre as principais bancas organizadoras de concursos, seu estudo será muito mais eficiente! Direcione melhor seu estudo com base nos padrões das bancas e faça uma excelente prova.

Leia Também:

Comentários estão fechados.