Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.7/5 - (3 votes)

Cota extra do Auxílio Emergencial: NOVO grupo terá acesso ao pagamento em 2022

O Ministério da Cidadania recebeu R$ 4,1 bilhões para efetuar pagamentos retroativos aos pais solteiros chefes de

O Governo Federal vai reativar o Auxílio Emergencial para repassar novas parcelas a um público específico. O Ministério da Cidadania recebeu R$ 4,1 bilhões para efetuar pagamentos retroativos aos pais solteiros chefes de família monoparetal.

Veja também: Auxílio emergencial, PIS/Pasep, Auxílio Brasil, e outros: veja os benefícios para 2022

Este grupo deixou de receber as cotas duplas do programa em 2020 devido a um veto do presidente Jair Bolsonaro. No entanto, o Congresso Nacional conseguiu reverter a situação e ampliou o direito dado apenas as mulheres aos homens solo.

Os novos pagamentos ainda não têm data prevista para serem iniciados, segundo a equipe da Cidadania. Mas, em breve novos detalhes devem ser divulgados aos cidadãos interessados.

Vale ressaltar que além de ser homem solteiro, para receber o retroativo do Auxílio Emergencial, o cidadão deve sustentar sozinho, ao menos, um filho menor de idade. No mais, também é preciso estar inscrito no CadÚnico.

Valor do retroativo do Auxílio

O benefício a ser repassado será calculado de acordo com a situação de cada beneficiário, podendo haver duas possibilidades. Veja:

  • Quem recebeu as cinco primeiras parcelas de R$ 600 do Auxílio Emergencial terá direito a R$ 3 mil de retroativo, pois ele recebeu apenas metade do valor que tinha direito por ser chefe de família monoparental;
  • Quem não recebeu o Auxílio e é chefe de família monoparental receberá R$ 6 mil de retroativo, uma vez que serão somadas as cinco parcelas no valor de R$1.200, dadas apenas as mulheres na ocasião.

Como consultar o retroativo do Auxílio

Para saber se terá direito ao benefício, o interessado deve:

  1. Acessar o aplicativo ou site do Auxílio Emergencial;
  2. Informar o número do CPF, nome completo e nome da mãe;
  3. Caso não possua nome da mãe, marque a opção “Mãe desconhecida”;
  4. Digite a data de nascimento;
  5. Por fim, clique em “Enviar” e consulte as informações.
3.7/5 - (3 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. JOSEFA ZULEIDE FREIRE DA GRAÇA GRAÇA Diz

    Gostaria de saber pq apareci pra mim o auxílio Brasil e não o auxílio emergencial que foi o quê recebia em 2021e não o auxílio emergencial que foi que aconteceu.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.