Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como ter bons hábitos de vida?

Para ter bons hábitos de vida é necessário estar preparado para fazer desde pequenas até grandes mudanças no cotidiano. Além disso, é preciso ter em mente que o processo de construção de hábitos é gradativo, e não algo que acontece da noite para o dia.

Com tudo isso posto em destaque, vamos agora às nossas dicas para você ter hábitos mais saudáveis. Continue lendo.

Como ter bons hábitos de vida?

Para se ter bons hábitos de vida é preciso partir de uma autoanálise pautada no autoconhecimento. Apenas dessa maneira é que você terá pistas do que deve ser mudado e do que pode ser mantido.

Nossas sugestões a seguir partem exatamente disso. Veja:

1- Identifique os maus hábitos

O primeiro passo é analisar, com muita cautela, quais são os hábitos não saudáveis que você tem praticado em seu dia a dia. Sugerimos que você siga a sua rotina para conseguir identificar.

Por exemplo, comece pensando na hora que você acorda, toma café, se veste. Depois o que é feito de hora em hora, até o momento de dormir novamente. Essa análise profunda pode ser demorada, mas deve ser bem detalhista.

2- Tente substituir por algo mais positivo

Se você identificou os hábitos negativos, é hora de começar a agir. Pense em uma forma de substituí-lo por algo bom.

Vamos supor que você percebeu que bebe muito refrigerante ou suco industrializado, e quase nada de água. Comece, assim, a substituir as bebidas pela água, levando uma garrafinha sempre com você.

3- Foque em um bom hábito de cada vez

Não tente criar a melhor alimentação do mundo, o quadro de exercícios mais impecável e o sono mais incrível em apenas um dia. Isso pode sobrecarregar a sua mente, cansar-lhe e fazer com que você se culpe, sinta-se fracassado e desista.

Afinal, você pode usar aquela velha desculpa que diz “eu sou assim mesmo”, quando perceber que muitas mudanças não são fáceis.

Portanto, nada de autossabotagem, hein? Comece em um hábito por vez. Claro que se forem hábitos pequenos, podem acontecer juntos, mas tente evitar um acúmulo de mudanças que aumente a chance de desistência.

4- Não se culpe em meio às “recaídas” na tentativa de ter bons hábitos de vida

Haverá recaídas. Sempre há. Só não há quando o novo hábito é algo que você sempre quis e está completamente apaixonado por fazê-lo. Fora isso, a preguiça pode aparecer, o cansaço, a sensação de não sair do lugar (especialmente em exercícios), etc…

Tenha paciência e não fique se mutilando por conta da recaída. Elas acontecem e fazem parte da vida. Não é todo dia que teremos toda a força de vontade do mundo.

Porém, isso não deve ser uma porta para desistir. Se você teve uma recaída hoje e abusou no consumo de alimentos processados, respire fundo e pense que amanhã é um novo dia e você vai se policiar mais.

5- Entenda o objetivo do bom hábito para manter-se motivado

Busque ancorar seu bom hábito em um objetivo maior. Isso pode lhe ajudar a manter-se mais motivado.

  • Exemplo: Você quer ler todos os dias para ser uma pessoa mais inteligente ou com novas habilidades.

Ao focar no objetivo maior você tenderá a procrastinar menos. Por isso, trace um objetivo para cada nova ação e assim você terá maiores chances de ter bons hábitos de vida!

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.