Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como ser resiliente no ambiente de trabalho

Ser resiliente no ambiente de trabalho é permitir que você aprenda algo novo constantemente, além de fortalecer as suas relações e os seus conhecimentos. Para isso, é preciso estar preparado para lidar com mudanças, ser flexível e compreender que nem sempre tudo ocorrerá da maneira como desejamos.

Porém, esse tipo de preparação pode ser difícil, pois nem sempre estamos prontos para lidar com algo que não sai como o planejado. Aqui, a necessidade de ser resiliente é bem emergente, mas, como desenvolver essa habilidade? No conteúdo de hoje lhe daremos algumas dicas.

Como ser resiliente no ambiente de trabalho

Antes de qualquer coisa, compreenda que a resiliência nada tem a ver com simplesmente “aceitar tudo” e “deixar de lado” as situações ruins. Muito pelo contrário!

A resiliência é a capacidade de enxergar aprendizagens dentro dos acontecimentos vistos como “negativos”, com o intuito de praticar a flexibilidade e desenvolver novas formas de agir diante de crises. É, em essência, a capacidade de enxergar oportunidades onde mais ninguém as enxerga.

Por isso essa é uma habilidade tão requerida no trabalho. Abaixo, daremos algumas dicas que podem lhe ajudar a desenvolvê-la. Veja:

1- Pratique o autoconhecimento constantemente

O autoconhecimento é uma peça fundamental na hora de ser resiliente no ambiente de trabalho. Sem esse conhecimento de si, você não tem base sólida para reconhecer as suas qualidades (que podem ser usadas para lidar com o inesperado) e suas limitações (que devem ser exploradas com o auxílio de terceiros).

Sendo assim, procure sempre conhecer um pouco mais sobre você e reconheça os seus pontos fortes. Por exemplo, se você é bom fazendo planejamentos, quando um imprevisto surgir, trace metas, objetivos e caminhos que sejam eficientes para o novo cenário.

2- Saiba desenvolver o trabalho em equipe e tenha uma rede de apoio

Não tente resolver tudo sozinho! Como vimos acima, todos temos limitações que devem ser compreendidas e “superadas” com a ajuda de outras pessoas. Portanto, para ser resiliente no ambiente de trabalho, procure ter uma “rede de apoio”, estabelecendo papéis e tarefas para a sua equipe lhe ajudar a lidar com a situação inesperada.

3- Não se atenha ao acontecimento inicial

Quando um problema surge, muitas vezes acabamos nos prendendo apenas a ele. Lamentamos o ocorrido e, por algum motivo, ficamos “preso” ao que aconteceu. Porém, se você quer ser resiliente no ambiente de trabalho, comece a mentalizar o que virá depois.

Pense nas mudanças, nas adaptações e nas transformações. Fuja da ideia de focar apenas no problema e comece a pensar no que este acontecimento poderá gerar de diferente para o seu dia a dia e o seu trabalho.

Um exemplo simples seria uma pane no computador que fizesse você perder arquivos importantes: ao se deparar com esse problema, você reconhece a necessidade de deixar seus materiais em uma nuvem, aprendendo uma “lição” e não se atentando apenas ao que foi perdido.

4- Aprenda a gerenciar as suas emoções

O gerenciamento das emoções é peça-chave para ser resiliente no ambiente de trabalho. Muitas vezes deixamos as emoções “falarem por nós”, fazendo com que a razão seja deixada de lado. Sendo assim, procure respirar fundo e dê um tempo para restabelecer o equilíbrio emocional, antes de tomar qualquer atitude.

Jamais tome uma decisão de cabeça quente e procure sempre ponderar de maneira racional sobre o que aconteceu. Uma forma de aliviar a angústia, diante de um impasse, é pensar em episódios semelhantes que foram superados no passado.

Todas essas pequenas medidas já vão lhe ajudar a ser resiliente no ambiente de trabalho. Desenvolva-se!

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.