Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Como gerenciar o comportamento dos colaboradores?

Para gerenciar o comportamento dos colaboradores é necessário ter um olhar mais humanizado. Isso porque os comportamentos precisam ser trabalhados de forma natural, e não com o intuito de “robotizar” a equipe.

Em outras palavras, apenas chamar a atenção de forma vaga, “proibindo algo”, pode ser ruim – pois nem todo mundo interpreta da mesma maneira.

Sendo assim, neste texto nós apresentamos algumas dicas que podem servir de ponto de partida para esse gerenciamento de equipe. Veja a seguir.

Como gerenciar o comportamento dos colaboradores?

Existem diversas ações que podem ser postas em prática para gerenciar o comportamento dos colaboradores. Essas ações devem se basear, acima de tudo, na empatia e na escuta ativa, pois é por meio delas que você conseguirá compreender o colaborador e encontrar um caminho mais promissor para lidar com ele.

Abaixo esclarecemos isso:

1- Deixe claro quais são os códigos de conduta da empresa

Antes de qualquer coisa, deixar claro quais são os códigos e regras de conduta da empresa é o ponto-chave para evitar conflitos mais tarde. Afinal, como é possível cobrar algo de um colaborador se, na prática, você sequer apontou que tal conduta não era inadequada?

É claro que não estamos falando de coisas grotescas… Mas sim, de comportamentos comuns, mas inadequados para o ambiente de trabalho. Como por exemplo, uma forma de se vestir incoerente.

Portanto, apresente o código de conduta para os seus colaboradores e discuta democraticamente os pontos ali levantados.

2- Ofereça bons feedbacks de maneira recorrente

Os feedbacks também pode ajudar na hora de gerenciar o comportamento dos colaboradores. 

Vamos supor que você percebeu que um colaborador X apresentou um comportamento inadequado em uma reunião. Ao invés de “chamar a atenção” dele na frente de todos, anote essa informação para trazê-la à tona quando vocês estiverem sozinhos.

E uma melhor forma de de fazer isso é criando a cultura do feedback semanal, quinzenal, etc. Assim você sempre terá esse momento para conversar sobre pontos fortes e fracos que foram observados.

3- Em meio a uma crise comportamental, converse francamente com o colaborador

Converse francamente com o seu colaborador quando houver uma crise comportamental muito intensa. Por exemplo, se ele “explodir” sendo agressivo (verbalmente) com outro colega, chame-o em seguida para uma conversa franca.

É claro que nessa conversa você não vai “xingar” o colaborador, mas sim, dar um feedback de forma profissional e consistente. Além disso, espere o sujeito se acalmar antes de despejar uma série de “críticas” sobre ele. Afinal, ainda estamos falando de um ser humano, passível de falhas – e acertos!

4- Não fique apontando o dedo – saiba acolher o colaborador

Para gerenciar o comportamento dos colaboradores você jamais deve apontar o dedo. Ou seja, não adianta ficar chamando a atenção na frente dos outros ou apenas confrontando a pessoa.

Mas sim, como um bom gestor você precisa apresentar soluções, suporte, escuta, acolhimento, etc. Tudo isso servirá de base para que seja possível criar uma atmosfera de mudança mais positiva.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.