Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como desenvolver inteligência emocional no trabalho?

Veja algumas dicas que podem ajudar!

Saber como desenvolver inteligência emocional no trabalho é um passo importante para quem quer atingir o sucesso e o crescimento profissional. Afinal, se não soubermos controlar nem as nossas próprias emoções, como poderemos lidar com os desafios cotidianos?

Por isso, no conteúdo de hoje vamos lhe apresentar algumas dicas para desenvolver essa importante inteligência. Continue lendo e saiba mais!

Como desenvolver inteligência emocional no trabalho?

Para desenvolver inteligência emocional no trabalho é preciso ter a consciência de que se trata de um processo gradativo. Não é da noite para o dia que aprendemos a lidar com as nossas emoções de uma forma mágica.

Mas sim, precisamos exercitar a paciência e aprender a ouvir melhor as nossas emoções, a cada dia, especialmente quando elas estão em “alta”. Isto é, quando sentimos um estresse exagerado, um medo acima da média, etc.

Dito isso, vamos agora as dicas que, quando postas em prática todos os dias, podem ser valiosas para nós construirmos uma boa inteligência emocional no trabalho:

1- Saiba quais são as suas fontes de estresse e ansiedade e trabalhe-as

Primeiramente, é importante saber reconhecer quais são as principais fontes de estresse e ansiedade. Saber reconhecer quais são os gatilhos emocionais por detrás dessas situações é de suma importância para:

  • Evitar que o problema se repita, se possível; ou
  • Ir mais bem preparado para as situações regadas com os gatilhos emocionais.

Sendo assim, comece a ponderar sobre os momentos em que você se sentiu emocionalmente abalado e veja de que forma você pode evitar ou amenizar essas sensações.

  • Exemplo: se você se sente emocionalmente abalado ao ter de falar em público, comece a trabalhar esse seu lado com a psicoterapia e cursos de oratória, por exemplo. Quanto mais controle sobre a sensação, melhor.

2- Aprenda a ouvir mais as outras pessoas e pratique a empatia

Antes de sentir aquela “aversão” à opinião alheia, certifique-se de que você escutou ativamente o que a outra pessoa tem a dizer. E, depois de ouvi-la, foque em estimular a sua empatia.

Esses dois cuidados, durante a comunicação interpessoal, podem lhe ajudar a ser uma pessoa mais tolerante e consequentemente isso faz com que você consiga desenvolver inteligência emocional no trabalho.

3- Não entre em conflito em momentos de raiva

Se você está extremamente irritado com algo, esse não será o melhor momento para você conversar com uma pessoa. Isto é, não reaja às situações estressoras sendo uma pessoa agressiva e/ou grosseira com o seu colega de trabalho.

Isso apenas destrói relações e faz com que você se arrependa mais tarde, apenas piorando as sensações emocionais. Portanto, equilíbrio sempre!

4- Aprenda a receber críticas construtivas

Desenvolver a sua capacidade de absorver críticas construtivas, sem se deixar levar pelo ego, também é fundamental. Afinal, se você está sempre se defendendo de uma crítica, isso quer dizer que você ainda não conseguiu desenvolver inteligência emocional no trabalho.

Portanto, comece a enxergar o lado positivo da crítica: o que você pode aprender com ela? Como você pode crescer com essa crítica? Pense nisso!

Assim certamente você começará a ter um controle maior sobre as suas emoções, garantindo um dia a dia de trabalho muito mais satisfatório e feliz.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.