Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Como a autoestima afeta a produtividade?

autoestima afeta a produtividade de diversas formas. Às vezes, o indivíduo pode nem perceber o quanto a sua autoimagem impacta a maneira como ele atua no dia a dia de trabalho.

Por isso, neste texto nós visamos trazer este assunto à tona para poder ajudar pessoas que passam por essa situação. Esperamos servir de inspiração para buscar o suporte necessário para esses casos.

Acompanhe e confira!

Como a autoestima afeta a produtividade?

A autoestima afeta a produtividade a partir do momento em que o indivíduo com baixa autoestima tende a se retrair no ambiente de trabalho.

Ou seja, uma pessoa com um amor-próprio pobre pode acabar se fechando e agindo no piloto automático, focando apenas no mínimo, com medo de dar um passo além e errar.

Abaixo destacamos mais algumas considerações:

1. A falta de autoestima inibe a apresentação de ideias

Muitas vezes, uma pessoa com baixa autoestima pode ter, na ponta da língua, a solução para determinado problema empresarial. No entanto, por medo de ser julgada ou por acreditar que a sua ideia não é válida, ela deixa de apresentar a sua consideração.

Mais tarde, outro colaborador pode ter o mesmo insight, contando a sua ideia para os demais e sendo aclamado por isso. Quando essa cena acontece, o primeiro indivíduo (com baixa autoestima) tende a se culpar e a se diminuir ainda mais, justamente por não ter dito nada.

Assim, cria-se um verdadeiro ciclo de tortura, que impede a pessoa de ser produtiva, por medo de errar; mas a impede de ser satisfeita no trabalho, por perceber que tem medo de tentar.

2. A falta de autoestima impacta na autonomia

E por falar em medo de tentar, uma pessoa com baixa autoestima no trabalho pode ter muito receio de ser mais autônoma na sua atuação. Dessa forma, ela se fecha em seu mundo automático, fazendo exatamente o que lhe foi pedido, mas sem ir além em nenhum momento.

Ou ainda, ela pode ser aquela pessoa que busca aprovação o tempo todo: pergunta se pode fazer isso, aquilo, ou aquilo outro… Mas nunca consegue agir de forma autônoma. E essas conversas para saber se “pode ou não” fazer algo, acabam por sugar o tempo e a produtividade.

3. A pessoa faz apenas o que é solicitado – por medo de errar

Seguindo o gancho do que foi dito acima, a autoestima afeta a produtividade a partir do momento em que uma pessoa se torna extremamente passiva, e nada proativa.

Em outras palavras, ela apenas abaixa a cabeça para o que é solicitado e faz exatamente aquilo, sem buscar nenhum desenvolvimento ou algo a mais – tudo por medo de errar.

4. A falta de autoestima impede o desenvolvimento profissional

O desenvolvimento profissional também é afetado. O indivíduo deixa de aprender coisas novas, não busca novas estratégias para ser produtivo e se mantém “estacionado” no trabalho, tudo por acreditar que não é capaz de ir além.

 

Se você se identificou com esses itens sobre como a autoestima afeta a produtividade, procure suporte psicológico. O auxílio profissional poderá lhe ajudar nessa jornada. Boa sorte!

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.