Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Benefícios do INSS sofrerão novos reajustes no mês que vem; veja como vai ficar

O Governo Federal, por meio do Ministério da Economia, revisou a estimativa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2020. Agora, de acordo com a pasta, o valor passou de 2,35% para 4,10%. O indicador é importante, uma vez que o resultado é utilizado para reajustar o valor do salário mínimo.

Sendo assim, caso o índice se confirme, o piso salarial passaria de R$ 1.045 para R$ 1.087,85 em 2021. Ou seja, um aumento de R$42,85.

Anteriormente, em abril, o Governo Federal propôs no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) que o piso salarial em 2021 seria de R$ 1.079. Acontece que o valor foi levando em consideração o INPC de 3,29%. Esse projeto de lei serve como base para que o governo elabore a proposta orçamentária para o próximo ano.

Em 31 de agosto, quando o Governo enviou a proposta de orçamento para 2021, o Governo Bolsonaro propôs um salário de R$1.067 para 2021, ou seja, deixando o piso nacional sem aumento real pelo segundo ano seguido. O valor de R$ 1.067 leva em conta uma alta de 2,09% do INPC.

O que muda no INSS

Dessa forma, com o aumento salarial, o valor das aposentadorias e pensões pagos pelo INSS vão seguir o valor do salário mínimo.

Seguindo o aumento do salário mínimo previsto para 2021, os benefícios do INSS também serão reajustados com base nesse valor.

Sendo assim, caso o governo siga com a proposta do valor de R$ 1.087,85 para 2021, os atuais 35 milhões de aposentados e pensionistas vão contar com um reajuste de 4,10% em 2021. O teto de pagamentos passaria dos atuais R$ 6.101,06 para R$ 6.351,00.

Outros benefícios também passarão por reajuste

Seguro desemprego: o valor a ser pago leva em consideração o tempo de serviço prestado e também a quantidade de vezes em que o trabalhador já solicitou o benefício. O pagamento pode acontecer em três a cinco parcelas.

Benefício de Prestação Continuada (BPC): No BPC, o valor deverá ter a mesma média do piso nacional, hoje de R$ 1.087,85. O benefício a ser pago é destinado aos deficientes e idosos de baixa renda que comprovam a impossibilidade de trabalhar.

PIS/PASEP: O valor máximo que poderá ser pago é igual ao valor do salário mínimo para quem trabalhou os 12 meses do ano. O valor pago varia de acordo com os meses trabalhados. Tem direito ao benefício quem recebeu dois salários mínimos, em média, por mês, quem está inscrito há cinco anos no programa, dentre outras.

Veja também: Salário mínimo em 2021 vai aumentar mais que o esperado; saiba qual será o valor

13 Comentários
  1. Cida Piffer Diz

    Nasci no sitio com 7 anos de idade caminhava 8 kilm pra ir na escola quando chegava em casa cansada almoçava já ia pro trabalho até escurecer. Fazia a lição de casa com lamparina . Ia dormir pra levantar as 5 da manhã. Hoje tenho 69 anos não consegui aposentar porque o INSS não aceita mais testemunho precisa de documentos da época . . os que tenho não serve também contribui por 3anos pág carnê mas não aceita porque não pode agregar os dois . se eu ficar viúva como vou sobreviver com um salário mínimo .meu marido sofreu um acidente amputado membro inferior tem muito gasto com a prótese e meia de cilicone que custa 400,00 . agora eu pergunto isso não é uma injustiça . enquanto esses políticos só fazem que roubar e aumentar os seus altos salários . E muito mais outros seguimento que nem precisa citar.

  2. Cida Piffer Diz

    Esse é para o presidente ou diretor do INSS

  3. Gilson Rodrigues Cunha Diz

    Qui aumento do salário mínimo, Ester salário tem que ser dois políticos não dois aposentado e
    trabalhador.

  4. Carlos Henrique Alves Bezerra Diz

    Temos também de preocupar-nos com a PL- 3689,
    Autoria do Senador Kajuru, que está ENGAVETADA com o Senador,Fernando Bezerra Coelho, Relator. Essa PL, acaba com o desconto do imposto de renda dos idosos ( mulher- 60 anos ), homem , 65 anos.
    Todos idosos devem pressionar para este projeto seja colocado em pauta. Chega de explorar quem está nos últimos anos de vida e já deu sua contribuição para a Pátria.

  5. Ana Cláudia Alves Costa. Diz

    Que aumento uuuuuauuu, Parabéns a esse país de bosta, que a as coisas de cara inflação e o salário não sai do lugar,, parabenss, bando de vagabundos..

  6. Jefferson Diz

    Bom dia eu sofri um acidente de trabalho em 2014 e operei o joelho fiquei com ssecuelas e cortaram o valor do meu benefício de 1600 pra 940 reais eu gostaria de saber se eu também tenho o direito deste alimento

  7. João Assis Diz

    Esse psicopata do presidente quer é que morra bastantes idosos pra aliviar a folha do INSS!

  8. Boaventura Silva de Castro Diz

    Presidente recebo auxílio acidente no valor de 432,00 reais não dá para pagar nem meu aluguel ,estou com 61 anos não consigo trabalho o que fazer com toda essa grana passar fome não tenho direito no auxilio emergencial por recebo essa fortuna do governo bom dia Obrigado por tudo fique com nosso bom Deus

  9. Luciana Diz

    Esse aumeto de 42,00reais deveria ser dado aos políticos isso é vergonhoso pra um trabalhador que contribuiu a vida toda ,vê se vc político consegue viver com 1045,00reais o mês inteiro sustentar suas famílias e pagar contas e
    ainda cuidar da saúde comprar remédios etc….tenho vergonha de vcs políticos ninguém faz nada pra melhorar a vida do trabalhador ,vivem um mês com esse salário de fome 1045,00 reais depois fala se conseguiram sobreviver.?
    É vergonhoso em meio a tantas corrupçoes dinheiro roubados e não é devolvido aos cofres públicos .e ninguém faz nada pra mudar isso. é revoltante…fica mh indignação…..os brasileiros não deveria mais votar, votar pra que ? Benefíciar só os políticos???

  10. Lucia mendes Diz

    Tenho um processo no inss já passou pelo juiz que me foi favorável já tem 4 meses ,qto tempo o inss tem de prazo p pagar .dizem q é pra aguardar uma cartinha ….

  11. Lairton struziato Diz

    Porque não usam o mesmo critério para alimentar o salários dos políticos , que aliás não deveriam esses, política é não é produção , deveriam ter no mínimo uma ajuda de custo

  12. Osmar Back Diz

    Só o Loas quem contribui não precisa

  13. Juliano lima Diz

    Se verdadeitamente o atual presidente se quiser ganhar as eleições que vier.ele poderia aprovar esse 14 salario pois muitos ganham pouco e essa aprovacao seria de grande ajuda,pois muitos precisam e muito.ai mostraria que ele estaria realmente ajudando todos aqueles que nao viu o cheiro do auxílio emergencial. Aqual foi destinado na maioria aqual nao precisava.mas foi pago.e agora os que realmente precisa nao vai receber um terço do qual foi pago nos auxílios..e ai presidente vai aprovar essa esmola ou nao.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.