Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Banco Central: atualização sobre os resultados fiscais

O Banco Central do Brasil (BCB) atualiza de forma periódica as  informações sobre as estatísticas fiscais. Confira dados importantes!

O Banco Central do Brasil (BCB) atualiza de forma periódica as  informações sobre as estatísticas fiscais. Sendo assim, confira as informações divulgadas na data desta publicação, 16 de maio de 2022.

Banco Central do Brasil (BCB): atualização sobre os resultados fiscais

Conforme informado oficialmente pelo Banco Central do Brasil (BCB), o setor público consolidado registrou, em março de 2022, superávit primário de R$4,3 bilhões, ante superávit de R$5,0 bilhões em março de 2021. 

Déficit no Governo Central

No Governo Central houve déficit de R$7,8 bilhões, enquanto os governos regionais e as empresas estatais registraram, na ordem, superávits de R$11,9 bilhões e R$242 milhões no mês. 

De acordo com o Banco Central do Brasil (BCB) , nos doze meses encerrados em março, o superávit primário do setor público consolidado atingiu R$122,8 bilhões, equivalente a 1,37% do PIB.

Sobre os juros nominais do setor público consolidado

Já os juros nominais do setor público consolidado, apropriados por competência, somaram R$30,8 bilhões em março de 2022, comparados a R$49,5 bilhões em março de 2021, destaca o Banco Central do Brasil (BCB).

As operações swap cambial 

Contribuiu para a redução o resultado das operações de swap cambial (perda de R$16,6 bilhões em março de 2021 e ganho de R$40,3 bilhões em março de 2022), mais do que compensando os aumentos da taxa Selic e do IPCA no período. 

Dessa forma, o Banco Central do Brasil (BCB)  reforça que, no acumulado em doze meses até março, os juros nominais somaram R$403,8 bilhões (4,52% do PIB), comparativamente a R$309,9 bilhões (4,03% do PIB) nos doze meses até março de 2021.

Déficit no resultado nominal do setor público consolidado

De acordo com a divulgação realizada oficialmente pelo Banco Central do Brasil (BCB), o resultado nominal do setor público consolidado, que inclui o resultado primário e os juros nominais apropriados, foi deficitário em R$26,5 bilhões em março. 

Redução do déficit nominal

No acumulado em doze meses, o déficit nominal alcançou R$281,1 bilhões (3,15% do PIB), reduzindo-se 0,24 p.p. em relação ao déficit acumulado até fevereiro de 2022, analisa o Banco Central do Brasil (BCB) através de dados oficiais.

Elasticidades da DLSP e da DBGG

O Banco Central do Brasil (BCB) atualizou as elasticidades da DLSP e da DBGG, bem como as variações na taxa de câmbio, na taxa de juros e nos índices de preços para o mês de março de 2022.

É importante para o cidadão acompanhar as atualizações do Banco Central do Brasil (BCB), visto que são dados que impactam a economia e, por conseguinte, a inflação dos principais produtos consumidos na rotina.

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.