Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Como a baixa autoestima afeta os seus resultados no trabalho

Você já parou para pensar em como a baixa autoestima afeta os seus resultados no trabalho? Se ainda não, está mais do que na hora de dar uma atenção especial a isso, concorda?

Afinal, a nossa autoestima “caminha” conosco em todos os âmbitos de nossas vidas, e no trabalho não seria diferente. Sendo assim, trouxemos neste artigo algumas informações para você refletir e passar, a partir de hoje, a cuidar mais da sua autoestima e autoimagem profissional. Confira!

Como a baixa autoestima afeta os seus resultados no trabalho

A baixa autoestima afeta os seus resultados no trabalho de diversas formas. Isso pode acontecer de uma maneira positiva, bem como negativa. Por isso, equilibrar a forma como você se vê é fundamental para garantir um melhor desenvolvimento profissional. Abaixo elencamos 5 consequências da baixa autoestima no trabalho:

1. Falta de autoconfiança em reuniões

A baixa autoestima pode ser a mola propulsora da falta de autoconfiança em reuniões. Isso pode fazer com que você se sinta tímido diante dos demais colegas de trabalho, “fechando-se” enquanto apenas os outros apresentam boas ideias e sugestões.

Nas reuniões online, você é o único que não aparece por meio da vídeo chamada. Esconde-se atrás do computador e só fala quando alguém solicita que você diga algo. Caso contrário, a falta de confiança em si mesmo faz com que você fique calado durante diversas reuniões.

2. Networking pobre

A baixa autoestima afeta os seus resultados no trabalho a partir do momento em que você se fecha dos demais profissionais, construindo um networking muito pobre. Isso pode resultar na perda de grandes oportunidades e no “apagamento” da sua imagem profissional do mercado.

3. Ausência de iniciativa e proatividade

Você não consegue ser uma pessoa com iniciativa e tampouco tem proatividade no dia a dia por, justamente, ter uma baixa autoestima. O medo de aparecer e de mostrar as suas ideias faz com que todas elas fiquem caladas dentro de você, postergando qualquer mudança.

Aos poucos, os gestores podem construir uma imagem negativa sobre você, uma vez que parece que a “preguiça” é a causadora dessa falta de iniciativa e proatividade, mesmo que isso não seja verdade. Assim, as consequências na carreira podem ser ainda mais catastróficas.

4. Falta de motivação e baixa produtividade

Uma pessoa com baixa autoestima pode se sentir desmotivada no seu dia a dia. Ela não se sente preparada para lidar com as adversidades que surgem no meio do caminho, e isso faz com que a produtividade comece a cair pela metade.

5. Autossabotagem constante

Sabemos que a autoestima, muitas vezes, está diretamente relacionada com a autossabotagem. Quando não cremos em nós mesmos e levamos em conta as nossas crenças limitantes, passamos a acreditar que não somos capazes, que não temos força ou conhecimento suficiente para algo, e por aí vai.

Isso faz com que deixemos diversas oportunidades importantes passarem despercebidas, impedindo que o crescimento profissional posso acontecer. Fique de olho neste e nos demais sinais de que a baixa autoestima está afetando os seus resultados no trabalho e busque ajuda psicológica para lidar com isso!

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.