Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Descubra por que todo estudante deveria cuidar da autoestima

Neste artigo você verá por que todo estudante deveria cuidar da autoestima para garantir uma vida acadêmica ainda mais promissora. Afinal, a autoestima está diretamente relacionada à nossa saúde mental e, por isso, quando cuidamos dela, também cuidamos do nosso bem-estar e felicidade.

Por isso, neste texto trouxemos alguns apontamentos reflexivos para que você comece a cuidar ainda mais da sua autoestima. Vamos lá?

Descubra por que todo estudante deveria cuidar da autoestima

Todo estudante deveria cuidar da autoestima pois ela está diretamente ligada a diversas áreas de nossas vidas: saúde, bem-estar, autoconfiança, qualidade de vida, etc. Entretanto, quando pensamos na vida enquanto estudante, existem muitas questões que podem ser levantadas quando consideramos a autoestima deste acadêmico. Veja a seguir:

1. Mais autoconfiança nas apresentações

Uma pessoa que tem autoestima elevada tende a se sentir mais tranquila na hora de fazer apresentações para a própria turma. E isso acontece tanto em apresentações em grupo, quanto individuais.

Por isso, todo estudante deveria cuidar da autoestima para garantir que as suas apresentações saiam como o planejado e gerem resultados promissores.

2. Menos receio de fazer perguntas

Uma pessoa mais confiante para consigo mesma tende a aceitar mais as próprias limitações e dúvidas que possui. É o caso de estudantes bem-resolvidos que não têm medo de fazer perguntas durante a aula. Ele sabe que está ali para aprender, e que está tudo bem não compreender todos os assuntos.

Assim, sente-se convidado e questionar e debater os mais diversos assuntos, a fim de construir o próprio conhecimento. Coisa que pessoas com baixa autoestima podem ter dificuldade.

3. Mais motivação e produtividade quando há autoestima elevada

A motivação gera produtividade. A produtividade, por sua vez, gera melhores e mais interessantes resultados. Porém, quando a autoestima está baixa, muitas vezes a desmotivação pode surgir, provocando uma queda na produtividade e nos resultados. Assim, forma-se uma “cadeia” de coisas negativas, que, mais tarde, são responsáveis, inclusive, por novamente impactar a autoestima.

4. Menos autossabotagem quando a autoestima está organizada

A autossabotagem também é uma das principais consequências negativas da baixa autoestima. Por isso, todo estudante deveria cuidar da autoestima!

Afinal, quando temos baixa autoestima, tendemos a desacreditar de nós mesmos. Assim, quando uma grande oportunidade surge, simplesmente deixamos passar por não acreditar que somos capaz de lidar com ela.

Da mesma forma, no dia a dia acadêmico isso é evidente. Se há oportunidade de estágio, oportunidade de apresentar um trabalho em um congresso ou qualquer outra situação interessante, é deixado tudo de lado por medo de não ser capaz.

5. Mais segurança nas provas

Todo estudante deveria cuidar da autoestima para começar a se sentir mais seguro nas provas. Isso evitaria uma série de crises de ansiedade e “dores de cabeça” que são provenientes do medo de não ser capaz em uma prova.

Consequentemente, há muito mais qualidade de vida e bem-estar na vida de um acadêmico que é capaz de conhecer o seu próprio valor, capacidade e atributos.

Por isso, comece a cuidar ainda mais da sua autoestima e autoimagem, priorizando a sua saúde mental. Cuide-se!

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.