Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.7/5 - (76 votes)

Auxílio Emergencial: Confira a decisão do governo sobre a prorrogação

Apesar do previsto fim do Auxílio Emergencial ainda este mês, o governo tinha uma nova prorrogação como plano B.

O Governo Federal vem trabalhando intensamente para conseguir a aprovação  no da PEC dos Precatórios no Congresso Nacional. A proposta precisa ser aprovada para que o governo tenha espaço no Orçamento para pagar o novo benefício, Auxílio Brasil.

Veja também: Auxílio de R$600 é liberado em 6 parcelas; veja quem recebe

Apesar do previsto fim do Auxílio Emergencial ainda este mês, o governo tinha uma nova prorrogação como plano B, caso a aprovação da PEC não fosse realizada e, consequentemente a não liberação do Auxílio Brasil, programa substituto do Bolsa Família.

Auxílio Emergencial chegou ao fim?

O presidente Jair Bolsonaro já contava com a possível nova prorrogação do Auxílio Emergencial, que seria liberada por meio de uma nova Medida Provisória, caso a PEC dos Precatórios para viabilizar o Auxílio Brasil de R$ 400 não fosse aprovada.

No entanto, o plenário da da Câmara dos Deputados aprovou, nessa terça-feira (9), em segundo turno a PEC dos Precatórios que abre um espaço no Orçamento no valor de R$ 91,6 bilhões, viabilizando a liberação do Auxílio Brasil.

Durante a aprovação da PEC, houve uma disputa de voto a voto na Câmara entre a base do governo e oposição. A PEC havia sido aprovada em primeiro turno na última semana,  com uma margem apertada de 312 dos 308 votos. Já na última terça-feira (09), a aprovação em segundo turno foi por 323 votos a favor e 172 contra.

Agora, o texto será encaminhado para votação no Senado Federal e caso seja aprovado, o Auxílio Brasil será liberado no valor de R$ 400 e, consequentemente, sendo o fim do Auxílio Emergencial.

Veja as datas de pagamento e liberação de saque do Auxílio Emergencial

No mês de novembro a Caixa deve concluir o pagamento da sétima parcela do Auxílio Emergencial para o público geral. É importante lembrar que esses beneficiários possuem duas datas de pagamento. Na primeira data o pagamento é creditado na conta poupança social, onde é possível realizar transações online. Já a segunda data diz respeito ao momento em que pode ser feito o saque em espécie dos recursos. Confira o calendário de pagamento:

Nascidos em: Data de pagamento: Data de saque:
Janeiro 20/10 01/11
Fevereiro 21/10 03/11
Março 22/10 04/11
Abril 23/10 05/11
Maio 23/10 09/11
Junho 26/10 10/11
Julho 27/10 11/11
Agosto 28/10 12/11
Setembro 29/10 16/11
Outubro 30/10 17/11
Novembro 30/10 18/11
Dezembro 31/10 19/11

 

Nessa rodada do Auxílio Emergencial, famílias formadas por uma única pessoa recebem R$ 150, famílias chefiadas por mães sem cônjuge recebem R$ 375 e as demais famílias recebem R$ 250. A Caixa informa que os recursos precisam ser movimentados em até 120 dias (seja no aplicativo ou saque).

3.7/5 - (76 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

25 Comentários
  1. Maria Tadeia Machado Santos Diz

    NUNCA RECEBI NENHUMA PARCELA VALOR 400,00,TDS AS PARCELAS FORAM 250,00.ME PASSARAM PENA.POIS SOU MÃE CHEFE FAMÍLIA.

  2. Adriano scarso Diz

    Eu continuo desempregado pessoas me ajudando até no que comer e agora . Vou morar na rua senhor presidente oqie vai acontecer comigo em seu desgraçado.

  3. DALILA RAFHAELRAMOS Diz

    Eu quero o cartão auxílio Brasil

  4. SILVANICE de Sousa da Silva Diz

    O Brasil não melhorou nem vai melhorar daí pra pior. Bolsonaro tá tentando enganar os besta com esse bolsa Brasil dizendo que pagaria 400.00 agora é outro valor gente ele está ganhando tempo até chegar as eleições e os indiotas votar nele de novo .agora cortou o auxílio tudo caro milhares de pessoas desempregada eu mesma tô desempregada e na minha idade fica mas difícil achar emprego só Deus pra ter misericórdia de nós

  5. Carlos Henrique Pereira Diz

    É a cara da política brasileira,agora que os menos favorecidos precisam de ajuda,cortam o que vinha sendo uma fonte de sobrevivência dos mesmos.
    Ou seja voltou ao normal Brasil.
    No Brasil a política é nada mais do que:
    ARTE de ENGANAR o povo.

  6. Karoline Diz

    O auxílio teveria continua pq nem todo mundo recebe bolsa família deixa o valores que estava já era ajudar agora lasca tudo e só quem tem bolsa família que vai te ajuda é outros que precisam de ajuda vai te auxilior de onde agora

  7. Roberto Cornetta Diz

    Uma verdadeira descaso com pessoas

  8. Fernando Rosas Diz

    Como o amigo disse: o auxílio emergencial, deve continuar, a pandemia, ainda continua. E o valor da alimentação, cada vez mais cara, um ABSURDO. Então, deixe-nos sobreviver. Que o auxílio emergencial, ainda continue. Se tu, BOZO, queres ser reeleito, ponha a mão ✋ na sua BUNDA e pense: se queres ajudado, ajude a quem precisa, nós, O POVO BRASILEIRO ,👍👍

  9. Suely Diz

    Lula 2022

  10. Cristine Diz

    Pq todos os dias vcs colocam a msm merda na coluna,só dizem q milhares estão esperando e que o auxílio está em votação.ganhando a custas da miséria do povo.bando de urubus! Isso q vcs da imprensa são

  11. Pedro Diz

    O pessoal do auxílio foram abandonados por todos até a imprensa

  12. juliana Diz

    Realmente tudo um absurdo. O país não voltou e não vai voltar ao normal tão cedo. A vacinação está ai, mas o emprego está difícil de arrumar. Estou me humilhando para amigos que tem condições para eu poder comer com meu bebê. É tanta babaquice para aprovar o futuro dos pobres. Por isso que eu penso que tinha que ter uma lei que até a terceira geração de todos os políticos independentes de direita ou esquerda, teriam que usar os serviços públicos igual a nos que não temos condições. Triste Brasil.

  13. José Isaías Fonseca Diz

    Só no Brasil mesmo pra eleger um chefe de quadrilha que dilapidou o patrimônio do país , na Petrobras com o petrólão. Deixou 15 milhões de pais de família sem emprego. Agora o sujo ,imoral do STF inocenta um ladrão , analfabeto comunista safado. Quero que alguém apresente um centavo desviado dos cofres públicos pela gestão Bolsonaro. Agora o PT do demônio virou santo. Brasileiro não preocupa com honestidade , gosta mesmo é de bandido no governo . Bolsonaro não comprou sítio em Atibaia, triplex , sítio proveniente de empreiteiras .

  14. Marcia Zampieri Diz

    Eu não voto mais no bozonaro….desilusão total

  15. Jailma de Araújo Diz

    Boa tarde está situação está muito confusa.. entrando este no programa..o balsa família não vai ter mais..e como vai ficar o Novo é só um ano? E as famílias que depender como vão ficar.. obrigada.

  16. Jose carlos andreani Diz

    O presidente e o guedes esta tentando scabar com a pobreza .mas matando o pobre .ai vem queled otarios dono de lojinha e mercadinho falando fechado com bolsonaro. Seu idiota seu mercadinho .acougue .bar .pewuenod comercio depende dos pobres pw ricos nao vai comprar na dua lojinha roupa da 25 de março. Entao vc vai falir sru otario. Oq. Aquece as vendas e dinheiro na mao dos mais pobres. Entao se vc e um pequeno comerciante e e bolsonarista parabens vai falir. Aiii dono de pequeno comercio quantos ricao parou na porta do seu comercio esse mes pra compra alguma coisa me diz. .fora bolsonaro fora paulo guedes . Fora milicianos. Fora lira.

  17. Etelmar Rocha de Oliveira Diz

    Pra mim bolsonaro que se lasque nem todo mundo tem bolsa família eu mesmo não tenho e agora como e que vou sobreviver sem o auxílio

  18. Jorge Diz

    Essa é a direita podre, que tira dos pobres para dar aos milionários, só para constar os maiores ladrões desse país eram conservadores de direita. ALGUÉM SE LEMBRA DESSA,FRASE: ” ESSE DINHEIRO NÃO É MEU “

  19. Jorge Diz

    Essa é a direita podre, que tira dos pobres para dar aos milionários, só para constar os maiores ladrões desse país eram conservadores de direita. ALGUÉM SE LEMBRA DESSA,FRASE: ” ESSE DINHEIRO NÃO É MEU “

  20. Morena Diz

    tirar com a cara do pobre e bom ne… O final de ano chegando e voces cancelam o auxílio, bolsa família é só depois de SEIS MESES para ser aprovado aqui na minha cidade faz dois anos que não dá certo aí você vão lá CANCELAM O AUXILIO EMERGENCIAL.
    MINHA CIDADE E UM LIXO QUE NEM TRABALHO DÃO A UNICA AJUDA ACABOU E A OUTRA DEMORA 6 MESES…
    VOU VOTAR NO LULA
    PELO MENOS O GÁS ELE VAI ABAIXAR E AJUDA QUEM TA DESEMPREGADO AO INVEZ DE FICAR COÇANDO O DIA TODO TOMANDO LEITE CONDENSADO…
    CANSADA DESSE LUGAR DE MERDA A ONDE UM DESEMPREGADO TEM QUE VENDER O QUE TEM PRA COMER ……….

  21. Elisângela dos Santos Terto Diz

    Na minha opinião deveria continuar sim com o auxílio emergencial, pq não só como eu,mas muitos que não fazem parte do bolsa família precisa

  22. Nilza Corrêa da Silva Diz

    Só as pessoas do bolsa família,jov ens até 21anos atletas é que preciso comer os idosos não encontram remédio nós postos de saúde mais como a renda uma casa com duas pessoas que um recebe um salário mínimo e a renda é de 550 reais por pessoa tem que dá para tudo do jeito que as coisas estão subindo de preço tem que dá para as despesas idoso doente não precisa comer frutas nem legumes só o arroz feijão e ovo quando pode comprar remédio não precisa também será que os políticos conseguem viver com meio salário mínimo?e tem pessoas que recebem bolsa família e nem usa o dinheiro como se deve tem pessoas que tem até casa alugada e recebe bolsa família agora quem paga aluguel e realmente precisa não se encaixa no benefício muita injustiça infelizmente

  23. Silvana Maria da Silva Diz

    Acho que tudo está muito confuso

  24. Fabiano Ferreira Britto Diz

    Eu iria votar em Bolsonaro, mais como fico de fora do auxílio Brasil,ele que se foda e perca pra Ciro, Lula, Moro ou qualquer 1,menos esse fdp, tirar esse vigarista chamado Paulo Guedes pra fora,ladrão safado também

  25. Trysttam Dyamantts 2020 Diz

    Continua mais com auxilio emergencial q a pandemia ainda nao passou , muitos ainda estao desempregados proibidos d fazer vendas ,os shows ,nemvoltaram ,os lugares estaomrestritos aimda onde podia antes fazer vendas com multidaos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.