Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Você toma decisões inteligentes?

Será que você toma decisões inteligentes? Já parou para pensar no assunto?

A verdade é que nós, seres humanos civilizados, tomamos muitas decisões ao longo de nossas vidas. Inclusive, não decidir é tomar uma decisão, e é importante deixar isso frisado.

Sendo assim, precisamos pensar um pouquinho sobre os nossos comportamentos, analisando até que ponto estamos tendo os resultados que sonhamos e almejamos, concorda?

Para isso, trouxemos alguns questionamentos que podem servir como base para uma autoanálise inicial. Confira. 🙂

Você toma decisões inteligentes?

Decidir algo importante não é lá a tarefa mais fácil do mundo, a gente sabe. Muitas vezes, tomar uma decisão pode ser doloroso, pois pode significar abrir mão de algo importante. Ao mesmo tempo, a falta de decisões também pode causar efeitos negativos. Isso sem contar aquelas decisões ruins que tomamos ao longo da vida, não é mesmo?

Porém, como saber se você toma decisões inteligentes? A verdade é que não existe um método para descobrir isso de fato. O que existem são questionamentos que podem nos ajudar a refletir. Veja alguns deles:

1. Quanto tempo você leva para decidir algo importante?

Você é do tipo de pessoa que procrastina na hora de tomar uma decisão importante? Pense sobre isso. Infelizmente, algumas pessoas têm muito medo de tomar decisões, afinal, muitas vezes isso pode impactar a vida profundamente. Em decorrência disso, acabam procrastinando e levando muito mais tempo do que o essencial.

Inclusive, essa espera excessiva pode fazer com que outras pessoas decidam no seu lugar, especialmente se é algo que exige algum prazo.

Portanto, comece a pensar sobre isso: colocar limites de tempo para toma decisões inteligentes é algo relevante. Quanto mais aleatória forem as decisões, ou seja, sem prazos e metas, pior pode se tornar a decisão. Em contrapartida, um prazo ajuda na hora de tomar coragem para simplesmente ponderar e decidir.

2. Quantas microdecisões você toma por dia?

Sabe aquelas microdecisões que, muitas vezes, sequer agregam em algo no nosso dia? Pois bem… É um bom momento para refletir sobre elas.

Por exemplo, se você investe um tempo muito grande para decidir se comenta em um post polêmico nas redes sociais, pode ser que você não esteja tomando decisões inteligentes.

Precisamos ficar atentos para que essas microdecisões não surjam apenas como uma vilã do foco, da produtividade e da energia mental. Afinal, precisamos ser mais críticos na hora de refletir sobre um assunto, pois às vezes, algumas microdecisões são desnecessárias e sequer deveriam passar na nossa mente.

Outro exemplo se associa com a procrastinação: Se você tem que estudar, por que ficar criando uma microdecisão se estuda agora ou não? Esse tipo de atitude rouba energia mental e pode atrapalhar os seus resultados.

3. Você pratica o autoconhecimento?

Praticar o autoconhecimento é muito importante na hora de tomar decisões inteligentes. Se você não se conhece, não entende suas habilidades e limites, pode aceitar e decidir coisas que prejudicam você, sobrecarregando a sua rotina, sua mente, seu corpo… Um exemplo seria não compreender o limite de entrega no trabalho, decidindo aceitar demandas além da conta e prejudicando os seus resultados.

Pense sobre isso e reflita: você acha que toma decisões inteligentes?

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.