Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Seguro-desemprego será reajustado em 2022; confira

O período da ajuda pode variar de acordo o tempo de trabalho do cidadão e da quantidade de vezes que solicitou a medida.

O seguro-desemprego é um direito do trabalhador com carteira assinada que foi demitido sem justa causa. O período da ajuda pode variar de acordo o tempo de trabalho do cidadão e da quantidade de vezes que solicitou a medida.

O valor do benefício tem como base o salário mínimo, desta forma, em 2022 passará por reajuste assim como outros benefícios. Segundo o Ministério da Economia, a previsão é que o piso nacional chegue a R$1.192 no próximo ano.

Quem tem direito ao seguro-desemprego?

De modo geral, podem receber o benefício o trabalhador que foi demitido sem justa causa. No entanto, existem outras possibilidades que garantem o recebimento da medida, como:

  • Trabalhador formal com contrato trabalhista suspenso por causa da participação em curso de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Trabalhador libertado da condição semelhante à de escravo;
  • Pescador profissional durante o período do defeso.

Quais são os critérios para receber o seguro-desemprego?

  • Ter sido dispensado sem justa causa;
  • Estar desempregado quando realizar o pedido do benefício;
  • Ter recebido, no mínimo, 12 salários nos últimos 18 meses – Regra válida para o primeiro pedido;
  • Ter exercido, no mínimo, 9 meses de trabalho nos últimos 12 meses, quando fizer a segunda solicitação;
  • Ter trabalhado com carteira assinada nos 6 últimos meses, a partir do terceiro pedido;
  • Não ter renda própria para a sua subsistência e a subsistência de sua e família;
  • Não receber Benefício de Prestação Continuada da Previdência Social (BPC).

Quantas parcelas o trabalhador tem direito?

Como mencionado, o período da ajuda pode variar conforme a solicitações realizadas pelo trabalhador. No geral, o seguro-desemprego libera até cinco parcelas no primeiro momento. Além disso, vale destacar que as empregadas domésticas têm direito a apenas três pagamentos do seguro. Confira alguns exemplos de liberação:

1º pedido

  • Tempo de trabalho: 12 a 23 meses – Recebe: 4 parcelas;
  • Tempo de trabalho: 24 meses ou mais – Recebe: 5 parcelas.

2º pedido

  • Tempo de trabalho: 9 a 11 meses – Recebe: 3 parcelas;
  • Tempo de trabalho: 12 a 23 meses – Recebe 4 parcelas;
  • Tempo de trabalho: 24 meses ou mais – Recebe: 5 parcelas.

3º pedido

  • Tempo de trabalho: 6 a 11 meses – Recebe: 3 parcelas;
  • Tempo de trabalho: 12 a 23 meses – Recebe: 4 parcelas;
  • Tempo de trabalho: 24 meses ou mais – Recebe: 5 parcelas.

Qual será o valor do seguro-desemprego?

Normalmente, trabalhadores domésticos, resgatados e pescadores profissionais recebem um salário mínimo. Considerando a projeção do piso nacional para o ano que vem, receberão R$1.192,00.

Os demais trabalhadores recebem um valor calculado conforme a média dos três últimos meses trabalhados, sendo o limite R$1.911,84, gerado com base no salário mínimo vigente.

Veja também: Salário mínimo de 2022: veja a nova previsão

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Sem comentários
  1. José Raimundo De Jesus Nascimento Diz

    Cará o presidente Jair Bolsonaro está de parabéns esse homem tem Deus dê verdade nó seu coração ele é todas às suas equipes estão sempre aplicando bons projetos é eu creio pra ô futuro muito mais melhor ô presidente Jair Bolsonaro tem mais coisa pra fazer pôr esse nosso Brasil é pôr todos os brasileiros é isso quê Deus nós abençoe eu sou ô José é amém

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.