Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Fazer uma segunda graduação vale a pena?

Afinal, quando fazer uma segunda graduação vale a pena? Será que investir em um novo curso superior é válido? Traz benefícios?

Neste texto, reunimos alguns fatores que podem ajudar você na hora de tomar essa decisão tão importante. Acompanhe e saiba mais!

Quando fazer uma segunda graduação vale a pena?

Existem alguns cenários nos quais fazer uma segunda graduação vale a pena. Veja alguns deles e analise com a gente se, no seu caso, você se enxerga nestas situações:

1. Transição de carreira

Está pensando em investir na sua transição de carreira, e ainda tem dúvidas com relação a uma segunda graduação? Bem, se essa graduação realmente irá ajudar você a se preparar para o mercado de trabalho, ela pode sim ser uma boa opção.

Porém, é preciso avaliar com muita atenção para não agir de maneira impulsiva! Você realmente crê que essa graduação irá abrir caminhos para a carreira que você almeja? Já analisou a grade curricular deste curso? Pense sobre isso e tome uma decisão mais assertiva.

2. Complementar conhecimentos

Você já tem uma carreira consolidada em uma determinada área, mas crê que os conhecimentos de outro setor poderá promover uma série de habilidades que mudarão o seu dia a dia de trabalho? Então talvez você esteja pensando em investir na segunda graduação, certo?

Neste caso, esse investimento tem bastante sentido. Seja porque os conhecimentos adquiridos melhorarão o seu desempenho no dia a dia, ou porque você percebe que isso irá lhe valorizar no mercado de trabalho.

3. Investir em um sonho

Não importa se as pessoas estão dizendo que uma segunda graduação não é ideal quando o intuito é realizar um sonho. Se o sonho é seu, cabe a você dizer se ele vale ou não a pena. Sendo assim, se o desejo de iniciar um novo curso estiver baseado em um sonho, busque-o!

Você deve se colocar como prioridade na sua vida, e se esses conhecimentos lhe trarão satisfação pessoal, vá em frente.

4. Buscar novos conhecimentos de áreas distintas

Você tem o desejo de, simplesmente, aprender algo novo sobre alguma área que chama a sua atenção? Já chegou a ler muito conteúdo e tem sentido cada vez mais interesse na área de conhecimento? Então, novamente, uma segunda graduação vale a pena.

Claro que você precisa colocar na balança até que ponto esse investimento faz sentido, mas se ele promove satisfação e benefícios para você, por que não investir? Pense nisso. 😉

Quando uma segunda graduação não vale a pena?

E quando uma segunda graduação pode ser algo ruim? Bem, existem alguns cenários que podem denunciar que um segundo curso não é interessante. São eles:

  1. Foco puramente em status: Focar apenas no status de uma graduação (como no caso de cursos que têm “prestígio”) pode fazer com que você se frustre e até desista no meio do caminho.
  2. Pagar alguém para fazer os trabalhos e “fazer por fazer”: Iniciar com a ideia de que pagará alguém para fazer os trabalhos, não levando em consideração que você precisará se esforçar, também é um cenário negativo para iniciar uma segunda graduação.

Partindo dessas análises e dos seus apontamentos pessoais, coloque tudo na ponta do lápis e veja se, para você, uma segunda graduação vale a pena ou não.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.