Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Salário mínimo para as famílias com valor de R$ 5.657,66

Salário mínimo para as famílias com valor de R$ 5.657. Não é de hoje que sabemos que ano após ano o salário mínimo no Brasil acaba perdendo em valor no comparativo com as principais moedas do mundo, como libra, euro ou dólar. E um dos maiores problemas para os brasileiros é a baixa quantia paga, hoje de apenas R$ 1.100.

Veja também: COMEÇA o pagamento do auxílio de R$271 em 4 parcelas

Também se sabe que o salário mínimo necessário para suprir as necessidades básicas de uma família no Brasil já chegou ao valor de R$ 5.657,66, no último levantamento realizado em setembro pelo Dieese.

Esta é a sexta alta mensal consecutiva, que já é de 5,14 vezes maior do que o salário mínimo vigente. Esse cálculo do Dieese é feito com base na cesta básica mais cara do país, que no mês de setembro foi registrada em São Paulo e considera o valor mínimo para atender uma família composta por dois adultos e duas crianças.

O que a pesquisa considera como necessário?

A pesquisa teve como gastos básicos as despesas com alimentação, moradia, educação, saúde, vestuário, transporte, higiene, produtos de limpeza, lazer e previdência. No último mês, o trabalhador que recebe apenas o salário mínimo atual, teve a sua renda comprometida em 56,53%, já contando o desconto previdenciário de 7,5%.

O percentual de agosto era de 55,93%. Também é calculado pelo Dieese o tempo médio para se adquirir estes produtos da cesta básica. O tempo médio subiu ainda mais em setembro, sendo necessárias 115 horas e 2 minutos, mais do que em agosto, quando a média era de 113 horas e 49 minutos.

Aumento do salário mínimo não é tão simples assim

Como o funcionalismo público trata primeiro de alocar os recursos em obras, pagamentos de altos salários para deputados, senadores e outros, além de que esses recursos são exorbitantes e segundo os políticos, dentro do “teto de gastos”, aumentar o salário mínimo do nada não é uma tarefa fácil e poderia sim gerar uma crise ainda maior de inflação.

De acordo com as projeções feitas pela equipe econômica em 2021, para cada R$ 1 a mais que for aprovado do salário mínimo, isso iria refletir em um aumento de R$ 300 milhões no orçamento da união.

Custo médio da cesta básica aumentou em 11 de 17 capitais

O  custo médio da cesta básica aumentou em 11 de 17 capitais que foram consultadas pelo Dieese, tendo uma diminuição de preços em seis capitais. As maiores altas foram registradas em Brasília (3,88%), Campo Grande e São Paulo (ambas 3,53%) e Belo Horizonte (3,49%). Entre as capitais com maiores quedas, Natal com (-2,90) e João Pessoa com (-2,91%).

A cesta básica mais cara do país agora é a de São Paulo (R$ 673,45), passando Porto Alegre (R$ 672,49), seguida de Florianópolis (R$ 662,85) e Rio de Janeiro (R$ 643,06). Considerando os aumentos desde o início do ano, a maior alta foi registrada em Curitiba, com 13,05% de aumento na cesta, que já custa quase o valor do salário mínimo. 

Salário de 2022

Na primeira projeção realizada pelo Governo Federal, a inflação projetada ficaria em torno de 6,2%. Entretanto, o índice só tem aumentado, disparando os valores de vários produtos do mercado, incluindo os alimentícios e os combustíveis.

Atualmente a inflação já passou das casas do 8%, promovendo um piso nacional estimado para 2022 em R$ 1.192,40. Isso porque, o reajuste do salário mínimo deve ser baseado na inflação, segundo a Constituição Federal.

Desta forma, a correção é de direito do trabalhador, tendo o Governo que cumprir as regras da legislação. A intenção é garantir, ao menos, o poder de compra do trabalhador mantendo sua qualidade de vida.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

11 Comentários
  1. Romilton Teixeira de Paiva Diz

    O nosso é o melhor do mundo uma pena que os nossos políticos são os piores do mundo difícil pois só querem pra eles e o povo que se dane

  2. Jorgete Diz

    1100 o salário mínimo,uma vergonha , mau dar pra se alimentar, enquanto os deles políticos, são 70 vezes maior.

  3. Florisvaldo dos Santos Morais Diz

    Acabar com as mordomias dos políticos que após os abraços de urso,tapinhas nas costas, promessas, esperanças tardias, nós eleitores enganados elegemos para serem nossas vozes nossos espelhos recebemos como troféu, tirania, e traições, muitos entram na pobreza más logo são transformados em,(Rei) e nós em pobres suditos.
    #Foraosilusionistasdospoder

  4. JOSELITO SANTANA Diz

    Deveria acabar com com que os nossos políticos têm têm ouxilio moradia e etc, paga tudo com o dinheiro que recebe com o mes vão começar a reclamar,

  5. Rodinei Diz

    Enquanto o povo ficar defendendo partidos de A a Z, iremos perdurar na miséria dos salários, enquanto isso os deputados/senadores etc… estão rindo as custas do povo que luta para pagar o salário desta base que não está nem aí para o povo brasileiro. Por que não fazer uma reforma nos salários destas classes de políticos que não fazem nada pela população que os elegeu?

  6. Gilmar Diz

    Eu acho que se o congresso tomasse vergonha na cara e retirasse “apenas” as regalias recebidas pelos TRÊS poderes, daria para melhorar bastante o salário do povo brasileiro.
    Afinal, aluguel, creche, combustivel, vestimentas, passagens, plano de saúde, etc… São tiradas no nosso próprio salário de miséria enquanto eles recebem como “mimos” pelo árduo trabalho que dizem exercer.
    Povo alias, que são os que realmente trabalham e carregam esta Brasil nas costas..

  7. Marcos da Silva Pontes Diz

    Olá Clovis, antes de tentar fazer dicurso de ódio, vai nos sites do proprio governo, já que vc só acredita nele, e vê os dados sobre os aumentos do governo FHC até aqui e prometa que se vc estiver errado, como pessoa justa que é, irá se retratar ao invez de procurar uma razão para tirar o mérito só porque foi o PT. Infelizmente para você, tivemos o melhor presidente da nossa história, e hj ele tá mais limpo que laboratório de vacina, mas pessoas desinformadas ou alienada como você continuam com esse discurso mentiroso e criando novas mentiras.

  8. Silva Diz

    Sai daí o gado

  9. Alberto Diz

    A desculpa é sempre essa,um real de aumento significa milhões aos cofres públicos,mas quando há aumento de inflação,dos combustíveis e da cesta básica ninguém se posiciona a favor de qem é assalariado,ou seja,ñ mexe no bolso deles…Puro egoísmo e falta de compromisso dessa classe política q só pensam em si…

  10. Romerito davi Pereira Diz

    Isso é uma vergonha

  11. André Diz

    Para os políticos tudo e para quem trabalha nada.

  12. Clóvis Diz

    Porque o PT que ficou no poder quase 20 ANOS, não fez este reajuste, quando tinha dinheiro pra tanta roubalheira, agora em meio a pandemia e crise mundial, ficam causando tumulto pra se aparecer???

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.