Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Ruídos na comunicação: inimigos da produtividade!

Entenda como os ruídos na comunicação podem atrapalhar os seus resultados.

Os ruídos na comunicação são verdadeiros vilões da produtividade. Com eles, é possível que você não compreenda a mensagem que recebe, ou a outra pessoa pode entender errado e, mais tarde, esse desentendimento refletir em um impacto em algum trabalho importante.

Abaixo, portanto, apontamos as características desses ruídos para que você possa saber mais sobre o assunto. E assim, impedir que esses ruídos atrapalhem o seu trabalho e relações.

O que são os ruídos na comunicação?

Os ruídos na comunicação são interferências que podem aparecer na transmissão de uma mensagem. É como se fosse algum tipo de, literalmente, “ruído”, que fosse capaz de impedir que a mensagem enunciada fosse escutada corretamente.

Esse ruído pode acontecer de diversas formas, e não está atrelado apenas aos sons propriamente ditos. Mas sim, questões fisiológicas (como fome, cansaço), questões psicológicas (como preocupações), entre outras possibilidades, pode ser vistas como ruídos na comunicação.

Por que os ruídos na comunicação atrapalham a produtividade?

Ao transmitir uma mensagem importante, precisamos que o outro compreenda o que estamos querendo dizer. Quando há ruídos nessa comunicação, as chances de haver má interpretações são grandes.

Agora, traga isso para o campo da produtividade e do trabalho. Se você solicita algo a alguém, mas a pessoa compreende errado, ela pode executar a tarefa de uma maneira errônea. Mais tarde, infelizmente, ela estará diante da necessidade de retrabalho.

Esse retrabalho automaticamente fará com que o resultado demore mais do que o esperado. Como consequência, a produtividade cai.

Como melhorar a comunicação?

O primeiro passo é cuidar de tudo que está em volta da comunicação. Afinal, só assim poderemos quebrar o ciclo de ruídos. Abaixo damos algumas sugestões nesse sentido:

  • Ambiente adequado: O ambiente precisa ser adequado. Nada de muitas conversas paralelas, sons altos, etc. Quanto mais sereno e tranquilo for o espaço em que acontece a reunião, melhor será o entendimento da outra pessoa.
  • Canal específico: Caso a comunicação aconteça sempre por escrito, ela deverá ter um canal específico para isso. Não adianta enviar mensagens por diferentes locais, toda vez que quiser falar com alguém. Afinal, isso poderá fazer com que a outra pessoa nunca saiba aonde olhar, e em algum momento alguma mensagem pode não ser lida.
  • Linguagem alinhada: A linguagem também precisa ser de acordo com quem ouve você. Cuidado com as gírias e regionalismos: ambos podem impedir que o outro compreenda o que você tem a dizer.
  • Recorrência de feedbacks: Os feedbacks também são uma excelente forma de impedir que os ruídos na comunicação se tornem recorrentes. Isso porque é através dessas conversas que você poderá retomar algumas instruções, fortalecendo-as. Da mesma maneira, poderá apontar o que deve ser deixado de lado a partir de hoje.

Lembre-se de que os ruídos na comunicação sempre aparecem. Eles estão ali, especialmente quando estamos desatentos a nossa comunicação.

Por isso, sempre avalie a sua forma de se comunicar, para assim evitá-los. E, dessa forma, garantir que a sua mensagem seja enviada adequadamente.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.