Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Quais são os tipos de ruídos na comunicação?

Entenda quais são e use essas informações para evitá-los.

Você sabe quais são os tipos de ruídos na comunicação? Já parou para pensar sobre eles?

Se ainda não, este é um bom momento para isso.

Afinal, os ruídos na comunicação podem atrapalhar não só a produtividade, como também as suas relações interpessoais.

Por isso, neste texto você conhecerá os principais tipos de ruídos na comunicação, para assim evitá-los no dia a dia. Continue conosco.

Quais são os tipos de ruídos na comunicação?

Podemos dizer que existem 4 grandes tipos de ruídos na comunicação. Abaixo vamos exemplificar cada um deles para você.

1- Ruídos físicos

Os ruídos físicos tem a ver com o ambiente em que o interlocutor está inserido. Se você estiver conversando com alguém em um ambiente muito bagunçado e barulhento, é bem possível que ele não compreenda perfeitamente o que você tem a dizer. Veja alguns exemplos de ruídos do tipo físico:

  • Sons de telefone;
  • Buzinas de carro;
  • Sons de obras;
  • Ruídos de equipamentos como muitas impressoras e maquinários;
  • Pessoas conversando no fundo;
  • Música alta;
  • Cachorro latindo alto;
  • Entre outras possibilidades.

2- Ruídos fisiológicos

Por incrível que pareça, até mesmo os ruídos fisiológicos podem fazer com que uma pessoa compreenda uma mensagem de maneira errônea. E esse ruído tende a ser mais recorrente do que imaginamos. Veja alguns exemplos:

  • Fome;
  • Cansaço;
  • Sono;
  • Dores no corpo, barriga, estômago, cabeça, etc.;
  • Efeitos de medicamentos que afetem o raciocínio;
  • Doenças;
  • Entre outros.

3- Ruído psicológico

O ruído psicológico também tem um poderoso efeito sobre o que ouvimos das outras pessoas. Quando estamos emocionalmente abalados, acabamos desviando a nossa atenção.

E esse abalo nem precisa ser muito intenso e “absurdo”, apenas uma leve preocupação sobre algo já é capaz de fazer com que não foquemos adequadamente. Veja alguns exemplos:

  • Preocupações;
  • Medo de se esquecer de algo importante;
  • Euforia;
  • Sentimentos defensivos de preconceito;
  • Sarcasmo;
  • Emoções de maneira geral, etc.

4- Ruído semântico

Por fim, um dos tipos de ruídos na comunicação, que pode ser recorrente e você nem perceber, é o ruído semântico. Esse ruído diz respeito a forma como a mensagem é passada para a outra pessoa. É como se você dissesse algo, mas para quem recebe a mensagem, aquele dizer tem outro significado.

Aqui, podemos exemplificar com:

  • Regionalismos;
  • Gírias;
  • Abreviações;
  • Entre outras formas de se comunicar que se alteram de pessoa para pessoa.

Por isso é tão importante ficar atento ao seu “público-alvo”. Apenas dessa maneira é que será possível alinhar o que está sendo dito.

Evitar os ruídos na comunicação aumenta a produtividade

Evitar esses tipos de ruídos na comunicação garante que você construa um ambiente mais produtivo. Isso vale tanto no trabalho, quanto nos estudos e até mesmo nos relacionamentos pessoais.

Sempre que precisar comunicar algo importante para alguém, esteja atento a esses ruídos. Procure manter uma postura mais adequada nesse sentido e ajude a outra pessoa a entender o que você quer dizer.

Lembre-se ainda que a clareza e a objetividade também são importantes. Assim, certamente você terá uma comunicação melhor. 🙂

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.