Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Recrutamento e seleção: adaptabilidade e eliminação de etapas na era digital

No mercado atual as empresas devem adaptar o processo de recrutamento e seleção. Confira alguns pontos importantes para essa gestão!

No mercado atual as empresas devem adaptar o processo de recrutamento e seleção, mediante de todas as mudanças que ocorrem constantemente na era digital.

Recrutamento e seleção: adaptabilidade e eliminação de etapas na era digital

A desburocratização do processo de recrutamento e seleção é parte importante de uma adaptabilidade necessária por parte das empresas quanto à escolha do seu profissional.

Mercado complexo e dinâmico em árias vertentes

Isso porque cada vez mais a praticidade tem sido necessária nos processos seletivos, considerando o imediatismo das necessidades e a inconstância do próprio mercado, tanto o mercado comercial como o mercado de trabalho são complexos e dinâmicos. Visto que a mudança no comportamento de consumo do cliente implica nesses dois fatores. Por isso, é muito importante que a empresa tenha clareza sobre a sua necessidade para evitar um processo muito longo e com muitas fases.

O faseamento deve feito apenas quando houver real necessidade

O faseamento do processo de recrutamento e seleção é uma necessidade em algumas instituições, seja por uma questão de ampliar a análise de perfil, por testes importantes da área ou por agenda da gestão.

Cultura aberta e desburocratizada 

O mais importante é que a empresa não tenha esse conceito como uma cultura, ou seja, apenas faça o faseamento necessário dentro do processo, pelo tempo que essa necessidade demanda, não como um padrão.

Um processo seletivo muito longo pode fazer com que a empresa perca um excelente candidato, visto que o profissional pode ser contratado por outra empresa que tenha um processo mais objetivo. Por isso, a análise de perfil deve ser feita de forma direcionada desde o currículo do candidato. Dessa forma, a empresa diminui o risco de contratar um profissional inadequado para a função, bem como, essa é uma forma de contratar e reter seus talentos. 

Alinhamento e objetividade

Sendo assim, é importante que a gestão da empresa faça um alinhamento com os gestores, de modo que esse alinhamento seja coerente com a cultura empresarial para que os novos contratados recebam esta cultura implicitamente no treinamento de integração e na rotina de trabalho.

Empresas de grande porte já realizam um processo mais desburocratizado e informal. Sendo assim, desde que essa informalidade não fira a cultura da empresa, não há motivos para que a burocratização seja uma realidade nas empresas. Visto que a era digital é dinâmica e requer cada vez mais resiliência e adaptabilidade das empresas. Portanto, a maneira como a empresa conduz o processo de recrutamento e seleção também é uma forma de entregar cultura ao seu candidato.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.