Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Quantas sessões de feedback são necessárias?

Você tem se perguntado quantas sessões de feedback são necessárias para atingir bons resultados? Está começando a implementar esse tipo de cultura na sua empresa, mas ainda se sente um pouco “perdido”? Então fique tranquilo!

Neste conteúdo, você verá uma série de considerações que poderão lhe ajudar a analisar a sua situação para, a partir disso, decidir quantas sessões de feedback são necessárias. Acompanhe!

Quantas sessões de feedback são necessárias?

A realidade é que não existe uma única resposta para isso. Poderíamos dizer, então, que “depende”. Depende de uma série de fatores que você precisa analisar na rotina da sua empresa, a fim de viabilizar bons resultados.

A nível de exemplo, você pode fazer alguns questionamentos como:

  • De quanto em quanto tempo é ideal acompanhar os resultados de um projeto?
  • Determinado projeto precisa de updates semanais, mensais ou apenas anuais?
  • Meu time tem estado motivado ou desmotivado? Será que o feedback tem relação com isso?
  • Quais mudanças quero ver no meu time? Isso pode ser apresentado em quantas sessões de feedback?
  • Quantas vezes tenho feito sessões de feedback no mês? Quais resultados isso me trouxe?

Existem outras questões que podem entrar em cena. Basta você começar a analisar a sua rotina de trabalho, a fim de encontrar as perguntas certas para, então, decidir qual a quantidade de feedback.

Cada time pode ter uma demanda específica

Vale ressaltar que não há como dizer quantas sessões de feedback são necessárias de uma forma cravada, para todos os tipos de grupos de trabalho. Cada time pode ter suas próprias necessidades, e é isso que o gestor deve levar em conta antes de tomar uma decisão.

Caso contrário, ele poderá gastar mais tempo do que gostaria com sessões desnecessárias de feedback. Ao mesmo tempo, ele pode deixar a desejar com a ausência do feedback em grupos que exigem um acompanhamento mais próximo.

Por isso, sempre se baseie no desenvolvimento da equipe e vá moldando a quantidade de feedback de acordo com o desempenho do grupo. Assim, aos poucos, você encontrará a melhor forma de incluir as sessões na rotina.

A quantidade ideal é aquela que funciona na sua empresa

Lembre-se sempre de que a quantidade ideal sempre será aquela que funciona na sua empresa. Você não deve se ancorar nos resultados de outras corporações, pois lá trabalham outras pessoas. Logo, a realidade é completamente diferente. Considere essa premissa para atingir resultados ainda mais promissores!

Só não pode haver ausência de feedback

Por fim, além de pensar em quantas sessões de feedback são necessárias para ter bons resultados, tenha em mente que só não pode faltar feedback. Isto é, você pode constatar que as sessões trimestrais são mais do que suficientes, a ponto de achar que “de vez em quando” pode deixar sem feedback. Porém, isso pode ser um erro.

Cuidado para não deixar o seu time “de lado” a ponto de causar prejuízos a longo prazo. Fique atento a isso e mantenha uma recorrência alinhada à realidade da sua equipe!

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.