Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Programa “Compre agora, pague depois” é aderido pela Mastercard; confira a novidade

A opção permite que o consumidor divida o pagamento das compras em parcelas, sem juros, para financiamentos de curto prazo. Segundo a empresa, a intenção é conquistar um novo nicho que está em crescimento.

A Mastercard aderiu ao programa “compre agora, pague depois”, conhecida pela sigla BNPL (buy now pay later, do inglês). A opção permite que o consumidor divida o pagamento das compras em parcelas, sem juros, para financiamentos de curto prazo. Segundo a empresa, a intenção é conquistar um novo nicho que está em crescimento.

O lançamento da nova modalidade da Mastercard surge em um cenário que empresas como Klarna, Affirm, Afterpay e PayPal registram um aumento no número de transações, inclusive diante a pandemia ocasionada pela Covid-19.

Em agosto, a Square, companhia de pagamentos, comprou a Afterpay por US$ 29 bilhões, demonstrando a consolidação do setor. O PayPal também foi influenciado e adquiriu este mês a japonesa BNPL Paidy, pelo valor de US$ 2,7 bilhões.

De acordo com a empresa que gerencia uma das maiores bandeiras de crédito no país, o programa Mastercard Installments permitirá o pagamento de compras online na loja, com parcelas iguais e com isenção de juros. Todavia, o serviço só será disponibilizado nos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália.

Vale ressaltar que o acesso a novidade, bem como as ofertas pré-aprovadas, poderá ser realizado por meio do aplicativo do banco ou através de aprovação instantânea durante o checkout, de acordo com a instituição.

Posto isso, é importante destacar que a empresa que oferece o BNPL cobra dos vendedores uma taxa para disponibilizar microcréditos aos clientes, que são debitados em prestação sem juros. Neste caso, o processo de concessão dispensa a verificação do histórico financeiro.

Nubank lança cartão sem limite pré-aprovado

Nubank é um dos bancos digitais mais utilizados pelos cidadãos brasileiros. Recentemente, a fintech lançou um cartão de crédito sem limite pré-aprovado, disponível para todos consumidores.

A ferramenta é concedida ao cliente sem um limite estabelecido, ou seja, ela vem zerada. Isso porque, é necessário que o usuário deposite uma quantia na sua conta na instituição financeira para ser convertida em limite no cartão de crédito.

Desta forma, ele pode definir o valor do seu limite, uma vez que a quantia depositada ficará retida no Nubank como garantia, até que a fatura do cartão de crédito seja paga.

Neste caso, ao depositar R$ 2 mil em sua conta, o usuário terá de forma automática R$ 2 mil de limite para ser utilizado no cartão, podendo custear normalmente compras em estabelecimentos físicos e compras pela internet.

Parcelamento de boletos

O banco digital anunciou uma novidade para ajudar os seus clientes com os pagamentos de contas e boletos pelo aplicativo da fintech. Agora, os consumidores podem parcelar o pagamento de boletos no cartão de crédito.

Os boletos poderão ser divididos em até 12 vezes, e a vantagem, é que os juros cobrados serão menores e integrados a plataforma da instituição. A novidade está sendo liberada aos poucos, e em breve todos terão acesso.

A empresa explica que o novo serviço deve oferecer mais controle financeiro, uma vez que todos os gastos seriam implementados em apenas um cartão de crédito. O valor máximo dos boletos não pode ultrapassar R$ 5 mil.

“Ao parcelar seus boletos com o roxinho, você concentra seus gastos em um só lugar, na fatura do cartão de crédito, facilitando a gestão e o controle do seu dinheiro, além de organizar melhor suas contas”, disse o banco.

Veja também: Nubank: Veja como conseguir descontos ao antecipar parcelas

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Sem comentários
  1. Paulo Rogério de Lima Diz

    Tenho cartão inter não consigo desbloquear nem usar

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.