Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

PDE: demanda energética do setor de transportes

Confira informações sobre a demanda energética do setor de transportes, de acordo com o documento divulgado pelo MME. Saiba mais detalhes!

Confira informações sobre a demanda energética do setor de transportes, de acordo com o documento divulgado pelo Ministério de Minas e Energia (MME), referente aos estudos do Plano Decenal de Expansão de Energia 2031.

PDE: demanda energética do setor de transportes

Conforme informações oficiais do Ministério de Minas e Energia (MME), as  projeções acerca de eventos futuros refletem a visão da EPE no âmbito do Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE 2031).

Contudo, a divulgação oficial ressalta que tais projeções envolvem uma ampla gama de incertezas e, portanto, não são garantia de realizações e acontecimentos futuros.

O panorama do setor de transportes

A EPE exime-se de qualquer responsabilidade pela decisão de investimento que possa ser tomada por agentes econômicos com base nas projeções aqui apresentadas. No que se refere ao panorama do setor de transportes, os estudos do Plano Decenal de Expansão de Energia 2031, destacam que o ano de 2021 foi marcado pela recuperação econômica global e pela retomada da atividade na indústria de petróleo e gás natural. 

O retorno da mobilidade urbana após as campanhas de vacinação

A intensificação de campanhas de vacinação permitiu o retorno da mobilidade urbana e das atividades industriais, amplificando a demanda por energia, e melhorou as expectativas de um crescimento do consumo global de petróleo

A transição energética e a neutralidade de carbono

De acordo com o documento oficial do Ministério de Minas e Energia (MME), houve, também, aumento da relevância do ritmo pretendido para a transição energética, impulsionando os compromissos de países e empresas em reduzir emissões e de neutralidade de carbono até 2050.

A mobilidade e análise do quadro pandêmico

De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), as restrições à mobilidade e adoção de medidas de distanciamento social poderão persistir ao longo de 2022, a depender da evolução do quadro pandêmico no mundo. 

Porém, não se espera que essas ações tenham os mesmos impactos sobre a demanda como as ocorridas no início da pandemia, em 2020. Conforme o documento do Ministério de Minas e Energia (MME), o setor de transportes foi um dos segmentos mais afetados pela pandemia de Covid-19. 

Os efeitos da pandemia na demanda energética

Estima-se que seus efeitos devam perdurar por alguns anos, o que se reflete em uma projeção de crescimento da demanda energética do setor de 2,5%, entre 2021 e 2031.

Diversos fatores impactam o consumo energético do setor de transportes 

O consumo energético do setor de transportes é influenciado por diversos fatores, tais como: o PIB per capita; a disponibilidade e a ampliação da infraestrutura logística; as políticas ambientais e de mobilidade; o comportamento e as preferências das pessoas; a maior conectividade e novas tecnologias.

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.