Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Opções de rendimentos fixos para o novo investidor

Confira algumas opções de rendimentos fixos para o novo investidor, bem como, outros pontos sobre a volatilidade do mercado!

A volatilidade do mercado e o novo investidor 

O investidor deve ter clareza sobre a volatilidade do mercado e as  possíveis quedas na rentabilidade dos seus investimentos, já que a inconstância é um fator inerente ao mercado dos investimentos.

O mercado de investimentos é afetado por muitas variáveis, como a inflação e a Selic, taxa básica de juros, por exemplo. Além disso, crises financeiras e mudanças no consumo impactam nas finanças de todos, de forma direta ou indireta.

Sendo assim, como a inflação está em alta no nosso país, a renda fixa voltou a ser preferência dos investidores para compor uma carteira de investimentos. Por isso, ainda que o investidor tenha um perfil arrojado, deve ter uma porcentagem dos seus investimentos em renda fixa.

Opções de rendimentos fixos

 As opções de renda fixa são importantes para quem está iniciando no mundo dos investimentos, bem como, para quem já possui o hábito e deseja diversificar suas opções.

Isso porque ao escolher as opções de renda fixa, você direciona valores já sabendo quais serão as porcentagens de rentabilidade ao final do período contratado. Por isso, pode ser interessante para o investidor que diversifique seus investimentos de maneira planejada. 

Sabemos que a poupança costuma ser uma opção de investimento muito utilizada pelas pessoas, por isso, muitos querem diversificar seus investimentos retirando valores da poupança

Todavia, você pode realizar esse fluxo de maneira faseada, ou seja, não é necessário que você retire todo o valor de uma vez. Principalmente, não invista em uma única opção.

Conforme citamos anteriormente, as opções de renda fixa são importantes para quem está iniciando no mundo dos investimentos. Isso porque ao escolher as opções de renda fixa, você direciona valores já sabendo quais serão as porcentagens de rentabilidade ao final do período contratado.

Além disso, muitas opções de renda fixa permitem que você invista valores baixos, como é o caso do Tesouro Direto, por exemplo, que permite que investidor aplique a partir de R$ 30,00.

Fundo de Renda Fixa

O fundo de renda fixa se trata de uma carteira de investimento composta por diversos ativos de renda fixa, como títulos públicos, debêntures, CBDs e LCI/LCA. A Caixa informa que cerca de 80% dos ativos são alocados em renda fixa. E os outros 20% podem ser em derivativos. Por isso, o Fundo de Renda Fixa é indicado ao investidor iniciante.

O que é o fundo garantidor de crédito?

O FGC é uma entidade sem fins lucrativos, que administra um mecanismo de proteção ao investidor, que permite recuperar até R$ 250 mil em depósitos ou créditos, em instituições financeiras, em caso de falência, intervenção ou liquidação. Portanto, ao decidir por algum investimento, certifique-se de que ele é coberto pelo fundo garantidor de crédito.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.