Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Tesouro Direto Para Iniciantes – Conheça os Títulos e Rendimentos

Tesouro Direto – A Aplicação Simplificada

Certamente, o Tesouro Direto é uma das primeiras opções para quem deseja diversificar seus investimentos além da poupança. Isso porque é um investimento que, no momento da aplicação, já é possível saber a sua rentabilidade futura.

 Além disso, é um dos produtos mais simplificados para investimento inicial. Já que é possível escolher os títulos de acordo com a sua necessidade, podendo investir em curto, médio e longo prazo.

Baixos valores e resgate disponível a qualquer momento 

Uma vez que as aplicações no Tesouro Direto são permitidas a partir de R$ 30, esse também é um fator que ampara essa procura. Já que é um valor relativamente baixo para que você entenda o fluxo dos investimentos. 

Dessa forma, ao investir no Tesouro Direto, o investidor adquire um título com a segurança do Tesouro Nacional. Sendo assim, mesmo que cada título tenha a sua própria data de vencimento definida, é possível realizar o resgate antes dos prazos contratados.

Como funciona a remuneração dos títulos?

Existem dois tipos de títulos públicos, de acordo com a rentabilidade oferecida: os prefixados e os pós-fixados.

Prefixados

Decerto, são títulos prefixados aqueles que possuem rentabilidade definida no momento do investimento. Ou seja, é possível ao investidor saber exatamente o valor que irá receber quando do vencimento do seu título.

Pós-fixados

Os títulos pós-fixados possuem seu valor corrigido por um indexador, como a inflação ou juros, por exemplo. Assim sendo, a rentabilidade da aplicação depende do desempenho deste indexador, bem como, da taxa contratada no momento da aquisição.

Tabela oficial  B3 – Títulos e Rendimentos do Tesouro Direto

Confira abaixo a modalidade de investimento do Tesouro Direto e as condições para rendimento, conforme tabela oficial B3, a Bolsa de Valores do Brasil.

Nome do título*Rendimento
Tesouro Prefixado 20XX (LTN)Prefixado, com rentabilidade definida no momento da compra.
Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 20XX (NTN-F)Prefixado, com rentabilidade definida no momento da compra e com pagamento de juros semestrais.
Tesouro Selic 20XX (LFT)Pós-fixado, com rentabilidade vinculada à variação da Taxa de Juro Selic.
Tesouro IPCA+ Juros Semestrais 20XX (NTN-B)Pós-fixado, com rentabilidade vinculada à variação da inflação medida pelo IPCA, acrescida dos juros definidos no momento da compra e com pagamento de juros semestrais.
Tesouro IPCA+ 20XX (NTN-B Principal)Pós-fixado, com rentabilidade vinculada à variação da inflação medida pelo IPCA, acrescida dos juros definidos no momento da compra, sem pagamento de juros periódicos.

* O XX indica o ano de vencimento de cada título.

Além dos títulos citados, há também a Nota do Tesouro Nacional Série C (NTN-C), pós-fixada, vinculada à variação da inflação medida pelo IGP-M. No entanto, não está autorizada para investimento, apenas para resgate de quem já as possui como aplicação.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.