Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

O Planejamento Financeiro e os Seus Projetos Pessoais

O planejamento financeiro deve amparar suas demandas imediatas e os seus projetos em longo prazo. Veja dicas!

Planejamento financeiro e seus projetos futuros

O planejamento financeiro deve ser feito considerando a sua rotina, seus hábitos e, principalmente, seus projetos futuros.

 Sendo assim, elabore um planejamento que permita o controle de rotina, ao passo que também permita que você alcance seus objetivos. No entanto, você deve iniciar seu plano por etapas, considerando sempre o seu momento atual.

Faça um mapeamento da sua situação atual

Dessa forma, para que seu planejamento financeiro pessoal seja assertivo e dinâmico você deve fazer um mapeamento da sua situação atual.

Esse mapeamento é feito através de uma análise sobre seus gastos fixos e variáveis.

Separe os seus gastos fixos e gastos pessoais

Por via de regra, os gastos fixos pessoais são os gastos referentes ao seu consumo de rotina, ou seja, o fornecimento de água, energia elétrica, internet, telefone, aluguel, dentre outros. Já os demais gastos, são gastos variáveis.

Dentre os seus gastos variáveis, você pode verificar o que você pode mudar em questão de hábitos que geram economia.

Trocas financeiramente inteligentes 

Sendo assim, você pode cancelar uma assinatura de TV a cabo e assinar um streaming, por exemplo. Ou ainda, é possível que você faça uma troca de cartão de crédito tarifado por um cartão de crédito sem anuidade.

Ainda é possível que inclua nessa troca a sua conta corrente, já que as fintechs oferecem esses produtos sem nenhuma tarifa e de maneira que você não perde as funcionalidades.

Economia gerada em longo prazo

Sendo assim, essas pequenas trocas acabam por direcionar o seu planejamento financeiro e gerar economia, ainda que seja algo em longo prazo.

 Além disso, é muito importante que você tenha a poupança como um hábito, já que você deve criar o hábito de poupar para que você consiga direcionar valores cada vez mais elevados e fixos para essa finalidade.

Seus hábitos direcionam seus resultados

No entanto, dentro de um planejamento financeiro você deve focar em uma mudança de hábitos para que a sua relação com o dinheiro se fortaleça em longo prazo e não seja apenas uma solução pontual.

Por isso, tenha a poupança como hábito, direcione para a poupança valores economizados, ainda que sejam valores muito baixos.

Define seus objetivos e metas em curto, médio e longo prazo

Dessa maneira, certamente você conseguirá alcançar seus objetivos e irá direcionar as suas metas.

Não menos importante, tente separar essas metas em curto, médio e longo prazo. Assim você conseguirá ter uma clareza sobre o que é a sua demanda atual e o que pode ser alcançado conforme as suas finanças melhorarem.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.