Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Nubank e outros bancos digitais estão sendo mais baixados em 2021

Segundo uma pesquisa do Bank of America, os bancos e carteiras digitais, como o Nubank, tiveram quase 21 milhões de downloads em maio de 2021. A pesquisa, que acompanha dados da Apple Store e Google Play, demonstrou que houve uma alta de 2,3% nos downloads, em relação a abril, o que representa 20.880 aplicativos baixados.

Os aplicativos mais baixados foram os de bancos digitais já consolidados no mercado, como o Nubank (2,706 milhões), Banco Pan (2,336 milhões), PicPay (2,212 milhões), PagBank (2,104 milhões) e C6 Bank (1,463 milhão). Sendo assim, a pesquisa demonstra o crescimento do interesse em obter contas em bancos digitais, ao invés dos bancos tradicionais.

Entre os bancos tradicionais, os downloads somaram 7,451 milhões no mesmo mês, com queda mensal de 8,7%. A pesquisa do BofA separa os downloads dos aplicativos da Caixa (1,742 milhão) e os do Caixa Tem (1,681 milhão). Na sequência aparecem Banco do Brasil (1,195 milhão), Bradesco (1,041 milhão), Santander Brasil (973 mil) e Itaú Unibanco (910 mil).

“Os downloads [de bancos digitais] aceleraram em maio, ajudados por esforços contínuos de marketing, atividades promocionais como cashback e novas políticas de lockdown/isolamento, à medida que a segunda onda da pandemia de coronavírus continua avançando nas cidades brasileiras”, diz o relatório do BofA.

Crescimento de contas acelerado

O crescimento é acelerado nas principais empresas, como Nubank e Banco Inter, por exemplo. Considerando os 6 bancos digitais que divulgaram os dados dos anos passados, o número de contas de clientes aumentou em 299% até agora. Dentre estas, apenas o Banco Original e Agibank não dobraram de tamanho.

Especialistas no mercado ainda veem espaço promissor para maior crescimento. Seguindo o mesmo raciocínio, o bilionário Warren Buffett anunciou na semana passada a compra de uma participação de US$ 500 milhões do Nubank, que conta agora com operações também no México e na Colômbia.

O Nubank mais que dobrou o número de contas em 2021. Deste modo, o banco digital passou de 19,8 milhões em dezembro de 2020 para 40 milhões em junho. A empresa, que foi fundada em 2013, já recebeu mais de US$ 1,2 bilhão de investimentos nos últimos 7 anos. E também já foi considerado, por 3 anos consecutivos, o melhor banco do país pela revista Forbes.

Ademais, o Banco Inter também é visto como uma instituição financeira em expansão. Assim, o banco digital possui 11,4 milhões de clientes e, além disso, está listado na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, diferentemente do Nubank. O crescimento do banco é expressado pelo número de ações, que subiram 100% desde o início do ano.

Nubank aparece em ranking da CNBC

O Nubank é a única empresa latino-americana no ranking de 2021 da CNBC. O ranking analisou as empresas que tiveram o melhor desempenho em meio à pandemia de Covid-19 no ano de 2020 e que foram capazes de superar os percalços econômicos com modelos de negócios resilientes. Assim, o reconhecimento através do ranking foi muito celebrado pelo banco.

No blog do Nubank, eles disseram: “Por aqui, a gente fica muito feliz com este reconhecimento na Disruptor 50 – afinal, ele mostra que estamos no caminho certo da nossa missão”, além disso, completaram com: “nosso muito obrigado a todos os clientes que nos ajudaram e nos ajudam a seguir construindo um futuro cada vez mais roxo.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.