Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

NOVO salário-mínimo 2022 vai afetar INSS, PIS/PASEP e seguro-desemprego

O Governo Federal encaminhou, na última quinta-feira (15), ao Congresso Nacional, a proposta do piso salarial de 2022. O valor terá um reajuste de 4,3%, no entanto, a mudança não será tão significativa. Desta vez, passará de R$ 1.100 para R$ 1.147.

A definição do salário-mínimo é baseada na inflação do ano anterior. Portanto, a projeção é que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) seja de 4,3% em 2021. Porém, por se tratar de uma estimativa, o valor pode alterar ao longo da tramitação do projeto no Legislativo.

Com o avanço da pandemia e, consequentemente, das crises econômica e sanitária, é possível que a inflação amplie. Por esse motivo, pode haver um aumento nos valores dos alimentos e demais produtos básicos para sobrevivência.

O Ministério da Cidadania usa a projeção do INPC, para definir o valor do salário-mínimo anual. A intenção é que seja, pelo menos, mantido o poder de comprar dos cidadãos brasileiros.

Neste período de regência do atual presidente da república, o país não teve mais ganho real no piso nacional, só reajuste conforme a inflação. Segundo o Ministério da Economia, essa medida impede que as despesas ultrapassem o teto de gastos da União.

Piso Nacional de 2022 e aposentadoria do INSS

Informações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) apontam que 65% dos beneficiários são pagos com salário-mínimo. Diante disso, de acordo com a proposta do piso nacional para 2022, os valores de distribuição do Instituto também serão reajustados.

Consequentemente, o teto do INSS também será alterado. A margem atualmente é de R$ 6.351,20, com a mudança, segundo a projeção, o valor passará a R$ 6.624,30. Além disso, o limite a ser levado a Justiça também será maior, já que confere a 60 salários. Então, ficaria em R$ 68.820.

Todos os benefícios concedidos pelo INSS que são baseados no piso nacional serão alterados conforme a nova proposta. Sendo assim, o auxílio-doença, pensão por morte e BPC terão valor maior, por exemplo.

Piso Nacional de 2022 e o Abono salarial

O PIS/Pasep equivale ao 14º salário aos trabalhadores brasileiros. No entanto, o valor máximo pago é de um salário-mínimo. Assim, o valor recebido deve ser reajustado em 2022. Caso o piso proposto seja aprovado e implementado no próximo ano, o trabalhador poderá receber entre R$ 95 e R$ 1.147.

O valor a ser distribuído é baseado no tempo trabalhado do ano-base. Sendo assim, multiplica-se o valor mínimo, de R$ 95, pela quantidade de meses em que o trabalhador exerceu a atividade no regime CTL.

Piso Nacional de 2022 e o Seguro desemprego

Essa modalidade também é baseada na média salarial do trabalhador. Porém, o seguro só é pago ao funcionário demitido sem justa causa, com exceção para o trabalhador resgatado da condição equivalente a escravidão e ao pescador profissional com tempo de serviço considerável.

Os dois últimos grupos são pagos com um salário-mínimo. Contudo, caso o Congresso Nacional apoie a proposta do novo piso nacional, irão receber em 2022 R$ 1.147. Nos demais casos, atualmente, o limite é de R$ 1.813,03.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
1 comentário
  1. jaques alisson Diz

    Nossa estava com medo que não desce este aumento de 42 reais se não como eu iria comprar meu aud 2022.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.