Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (6 votes)

Novo pagamento do Auxílio Emergencial é confirmado; veja quem recebe

O texto aprovado vale apenas para as cinco primeiras parcelas do programa pagas em 2020 (que foram de R$ 1.200 no caso das mães solteiras, mesmo direito dos pais solo agora).

A Medida Provisória (MP) 1.084 destinou R$ 4,1 bilhões ao Ministério da Cidadania para a ampliação do pagamento do Auxílio Emergencial para pais solteiros, assim como concedeu o Congresso Nacional.

O texto aprovado vale apenas para as cinco primeiras parcelas do programa pagas em 2020 (que foram de R$ 1.200 no caso das mães solteiras, mesmo direito dos pais solo agora).

Veja também: Auxílio Brasil: quilombolas e indígenas terão prioridade no recebimento

Desta forma, ficaram de fora as quatro parcelas da primeira prorrogação do Auxílio Emergencial, no valor de R$ 600 (cota dupla) e as sete parcelas repassadas no decorrer de 2021, no valor de R$ 375.

Os novos pagamentos do programa serão distribuídos em uma única cota, de forma retroativa. Mas, conforme o Ministério da Cidadania ainda não há uma data prevista para iniciar os pagamentos.

Cabe salientar que os pais solteiros não receberam as cotas duplas do Auxílio Emergencial devido a um veto do presidente Jair Bolsonaro. Durante os primeiros pagamentos, o chefe do Executivo proibiu que o público masculino recebesse as parcelas com valor em dobro.

Diante disso, em junho de 2021 o Congresso Nacional conseguiu derrubar a decisão do presidente, concedendo agora o valor complementar das parcelas duplas de forma retroativa aos homens de direito.

No que se refere ao valor das novas parcelas, por meio da MP, só serão consideradas as primeiras cinco parcelas do auxílio no valor de R$ 600. Conforme o valor das cotas duplas concedidas (R$ 1.200), os pais solteiros receberão cerca de R$ 3 mil.

Como consultar o novo benefício?

Para verificar se terá direito ou não as novas parcelas do Auxílio Emergencial, basta acessar o aplicativo ou site oficial do programa para realizar a consulta. Na prática, será preciso informar o número do CPF, nome completo, data de nascimento e nome completo da mãe, se não souber, marque a opção “Mãe desconhecida”. Para finalizar, selecione “Enviar” e verifique as informações.

4/5 - (6 votes)
10 Comentários
  1. João.batistaferreira Diz

    Eu.tenho.direito.

  2. Antônio Fernandes Diz

    Olá, então eu recebia o emergencial desde o começo pois não tenho aposentadoria estou sem emprego há muitos anos estou com 68anos e não consigo emprego, com tantos formaçoes, profissional

  3. Dulce Fátima Do Nascimento Da Silva Diz

    Só vão receber o auxílio só os pais solteiros

  4. Márcio Clemente da silva Diz

    O meu constou na data do dia 27 de Dezembro que tenho direito agora não aparece nada

  5. felipe travasso dos santos Diz

    eu jah fui umas dez vez na dataprev e nada informa

  6. Danilo nunes da costa Diz

    Ja fui no site da dataprev e nao dis nada

  7. Patrícia vicentina de Melo Nascimento Diz

    Tenho 2 filhas de menor estudante ñ trabalho meu marido é fichado com 1 salário mínimo e ñ consegui o auxilio aguardando resultado des de abril precisando muito e nada

  8. Eurides de Albuquerque Mineiro Diz

    Boa tarde eu moro com minha neta Ana Bheatriz na casa emprestada eu autônoma e faço unhas e vendo Avon boticário jequeti natura mas as vendas está tão fraca que não dá dando pra quase nada tudo que pego e pra ela prefiro da pra ela do que pra mim não entrei no auxílio Brasil o os meus conhecidos compram no meu cartão e não estão pagando porque eu mesmo não posso comprar ,comprar pra não poder pagar e melhor ficar sem usar lamento muito
    Ok

  9. Miriam Diz

    A Dataprev atulizou dia 28 de dezembro as parcelas complementares para quem tinha direito, e agora retirou a atualização, não entendi nada, sendo que o dinheiro já está disponível para realizar o pagamento

  10. Marlice de castro Diz

    Eu moro só não tenho ajudar, tenho 59 anos vendo pano de prato, e ajudar dos outros,
    O governo Largo de lado essas pessoas 🙏 eu ganhava 150 ,era bom apredir vive com pouco 🙏 eu preciso minha casa está caído,por não tei molha quando chove,morro com minha filha, também sem trabalho, tenho que ir embora pra ir pra casa 🏠 arrumar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.