Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Auxílio emergencial 2022: Saiba quem poderá receber o retroativo

Os novos repasses levarão em consideração as cinco primeiras parcelas concedidas pelo Auxílio Emergencial em 2020, com valor de R$ 600.

O Auxílio Emergencial continua em 2022. Isso porque, o Governo Federal autorizou por meio de uma Medida Provisória (MP), pagamentos retroativos do benefício voltados aos pais solteiros que são provedores de lar monoparental.

Veja também: Auxílio Brasil: entenda a diferença entre adicional complementar e retroativo

Os novos repasses levarão em consideração as cinco primeiras parcelas concedidas pelo Auxílio Emergencial em 2020, com valor de R$ 600. Na ocasião, as mães solteiras que sustentam os filhos sozinhas tiveram acesso as cotas duplas de R$ 1.200.

Acontece que na época o presidente Jair Bolsonaro havia vetado os pais solteiros nas mesmas condições de receberem o benefício duplo. No entanto, em junho de 2021 o Congresso Nacional derrubou o veto do chefe do Executivo, possibilitando os novos pagamentos.

Neste caso, os homens receberão o complemento das parcelas de forma retroativa, podendo receber até R$ 3 mil. Mas vale ressaltar que não serão considerados os pagamentos da extensão do programa e nem de 2021.

Entretanto, ainda não há informações oficiais quanto as datas para os novos pagamentos, mesmo que o Governo já tenha liberado um crédito extraordinário de R$ 4,1 bilhões.

Quem receberá os retroativos do Auxílio?

Em suma, os pais chefes de família que possui filhos menores de 18 anos. Todavia, a medida deve ser prioridade para aqueles que não estão aptos a receber o Auxílio Brasil. Em caso de curiosidade, basta consultar a página da Dataprev para conferir as informações.

Na prática, basta informar as seguintes informações:

  • Número do CPF;
  • Nome completo;
  • Data de nascimento;
  • Nome completo da mãe.

Ao acessar o site, aparecerá na tela inicial se você terá direito aos pagamentos retroativos ou não, bem como a situação dos repasses anteriores.

Auxílio Brasil pode ser pago no valor de R$ 600

Com intuito amenizar a rejeição do presidente Jair Bolsonaro, parlamentares apoiadores defendem a ampliação do Auxílio Brasil para R$ 600. A medida ajudaria o atual chefe do Executivo a ganhar mais pontos com a população brasileira.

Para alguns deputados, a iniciativa seria o principal recurso para que a popularidade do presidente Jair Bolsonaro voltasse a crescer. Desta forma, ele poderia melhorar as intenções de voto para a eleição presidencial do próximo ano.

A possibilidade de aumentar o valor do benefício vem sendo discutida desde a ampliação mais recente de R$ 400. No entanto, este valor está previsto somente durante o ano de 2022. Vale ressaltar que a correção só foi viável diante a aprovação da PEC dos Precatórios.

Vale ressaltar que o Auxílio Brasil de R$ 600 também seria uma resposta ao ex-presidente Lula, que falou durante algumas entrevistas que o abono deveria ser elevado.

“Se alguém acha que vai ganhar o povo porque vai dar salário emergencial de R$ 400, paciência. Eu acho que o povo merece os R$ 600 e ele tem que dar, não tem que ficar inventando, e nós reivindicamos isso”, comentou o ex-presidente da República.

5/5 - (1 vote)
3 Comentários
  1. Noel Batista pereira Diz

    Eu tô sem trabalhar no ano passado eu ganhei 150 reais foi as parcelas esse dinheiro na da pra comer .

  2. Ana Lúcia Da Silva Do Nascimento Diz

    analucia251171@gmail.com eu mim chamo Ana Lúcia da Silva do Nascimento tenho 53 anos já correi esse lugar Natal rn a procura de emprego já faz quatro anos que corro atrás de emprego até aqui nada olhe que tenho experiência e não consigo mais assinar a minha carteira de trabalho ninguém abre as portas de trabalho para mim

  3. Mary.. Diz

    Bolsonaro vaii morre 😪😪

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.