Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Moeda digital brasileira: o que saber sobre essa novidade

Uma moeda digital brasileira: você já pensou nessa possiblidade? Pois o Banco Central anunciou as diretrizes da novidade há pouco. Entretanto, tal anúncio deixou algumas dúvidas no ar: como será seu funcionamento? Falaremos mais a respeito na matéria desta segunda (14).

Como será o funcionamento da moeda digital brasileira?

A moeda digital brasileira ainda nem foi lançada, mas já vem gerando muita expectativa entre os brasileiros. A criptomoeda passou pelo período de grande alta há um tempo. Assim, vários investidores acabaram obtendo ótimos retornos comprando-as. Mas, mesmo elas não tendo tanto lucro como antes, as pessoas ainda creem em seu potencial.

O Banco Central (BC), todavia, afirma que o surgimento de uma moeda nacional, se destinará para aqueles que realizam transações. Dessa forma, também auxiliará no estímulo de modelos novos de negócio.

O BC afirma que estimular modelos novos de negócio aumentará a eficiência dos sistemas de pagamento do varejo. Essa é a proposta da instituição bancária com uma extensão digital da moeda real. Com isso, poderá integrar naturalmente ao ecossistema digital, acompanhando o dinamismo do processo evolutivo tecnológico da economia.

Como será essa moeda digital?

Essa moeda digital seguirá uma padronização um tanto quanto diferente da criptomeda que conhecemos. Isso porque ela do tipo estatal, isso quer dizer que o Banco Central denomina como um criptoativo. Isso ocorre por ela ter uma garantia implícita na sua divisão que, no caso, é o Real.

Portanto, terá uma característica da reserva do valor, meio de troca e unidade de conta. Assim sendo, será a representação da moeda nacional emitida por uma autoridade monetária. Além do mais, a moeda contará também com uma garantia ofertada por tal política.

O Banco Central informou que a pretensão é que essa moeda digital brasileira faça parte do cotidiano da população. Portanto, será bastante comum que esteja presente em transações financeiras no dia a dia.

O BC afirma que estimular modelos novos de negócio aumentará a eficiência dos sistemas de pagamento do varejo
O BC afirma que estimular modelos novos de negócio aumentará a eficiência dos sistemas de pagamento do varejo – Foto: Canva Pro

Sua movimentação pode acontecer de maneira online, através do uso do sistema integrado. Com isso os indivíduos poderão realizar transferências e pagamentos. Ademais, também será possível efetuar a movimentação offline da moeda. Nesse último caso, a recomendação de uso será para momentos onde a conexão da Internet tem problemas.

O BC emitirá a moeda real digital, repassando para o usuário final através dos participantes de sistemas de pagamento. Tal ação tem a intenção de manter as relações entre os clientes e sistemas de pagamento. Dessa forma, pode se uma porta de entrada nova para clientes em muitas plataformas.

Quanto valerá a moeda digital?

Essa dúvida é recorrente. Contudo, segundo informações repassadas pelo Banco Central, a moeda digital ainda não tem um valor específico. Mas, certamente, não valerá mais do que o Real.

Caso a pessoa tenha R$ 50,00 em sua posse, a nota continuará tendo valor igual, não sendo remunerada. O mesmo acontecerá com as carteiras digitais: nada sofrerá alteração.

Quando estará funcionando?

De igual modo que sua valia, ainda não há data específica marcada para a inicialização de uso da moeda. Isso porque o andamento do processo ainda deve passar por aprovação jurídica. Além disso, ainda é necessário criar maneiras de evitar as fraudes, tal como lavagens de dinheiro.

Estudiosos do assunto creem que esse mercado das moedas online seja bem promissor. Não é à toa que vem sendo usado em alguns países, tal como Japão e China há tempos. Portanto, a moeda digital brasileira é mais uma facilidade que a tecnologia nos proporcionará.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.